Sávio Freire Bruno – As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios

As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios aborda uma caracterização introdutória da área de estudo e histórico de ocupação territorial

Sávio Freire Bruno – As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios

Esta obra levanta e analisa as características geográficas do Núcleo Experimental de Iguaba Grande (NEIG-UFF). Desde os princípios da década de 1990, na Área de Proteção Estadual (APA) de Sapiatiba (RJ), insere-se o núcleo, com duas subcategorias: uma Zona de Ocupação (ZOC) e uma Zona de Conservação de Vida Silvestre, às margens da Laguna de Araruama, nos municípios de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. O autor também oferece propostas e sugestões para a caracterização de um Plano Gestor para o NEIG-UFF.

Diversos tipos de documento foram analisados, como escritura e decretos que fizeram e fazem parte da história de uso e ocupação da área. Também foram feitas análise e síntese do conhecimento oriundo de trabalhos acadêmicos e publicações associadas ao local e estudados registros visuais de autoria desconhecida, como das antigas salinas que ocupavam parte do campus, na propriedade doada na década de 1960 à então Escola de Veterinária, atual Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense (UFF).

A obra inclui mapas e planta topográfica, elaborados com métodos de geoprocessamento que se fundamentaram na melhoria da definição do espaço geográfico do NEIG-UFF.

As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios aborda uma caracterização introdutória da área de estudo, assim como breve histórico de ocupação territorial a partir de sua aquisição, e tece considerações quanto às condições legais atuais de proteção.

As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios apresenta resultados relativos a imagens e mapas e às informações sobre o levantamento do uso do solo e sua caracterização, da cobertura vegetal, topografia, simbolismos paisagísticos regionais, fauna e flora.

Traz ainda breve caracterização das condições ambientais da Laguna de Araruama, mapeamento das áreas de entorno do NEIG-UFF, considerações quanto aos impactos ambientais oriundos de atividades antrópicas no núcleo após sua doação à Faculdade de Veterinária e uma brevíssima análise e caracterização do IDH e ICMS Verde dos municípios de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia, circunvizinhos ao núcleo.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Sávio Freire Bruno – As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios

As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios aborda uma caracterização introdutória da área de estudo e histórico de ocupação territorial

Sávio Freire Bruno - As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios

Esta obra levanta e analisa as características geográficas do Núcleo Experimental de Iguaba Grande (NEIG-UFF). Desde os princípios da década de 1990, na Área de Proteção Estadual (APA) de Sapiatiba (RJ), insere-se o núcleo, com duas subcategorias: uma Zona de Ocupação (ZOC) e uma Zona de Conservação de Vida Silvestre, às margens da Laguna de Araruama, nos municípios de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. O autor também oferece propostas e sugestões para a caracterização de um Plano Gestor para o NEIG-UFF.

Diversos tipos de documento foram analisados, como escritura e decretos que fizeram e fazem parte da história de uso e ocupação da área. Também foram feitas análise e síntese do conhecimento oriundo de trabalhos acadêmicos e publicações associadas ao local e estudados registros visuais de autoria desconhecida, como das antigas salinas que ocupavam parte do campus, na propriedade doada na década de 1960 à então Escola de Veterinária, atual Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense (UFF).

A obra inclui mapas e planta topográfica, elaborados com métodos de geoprocessamento que se fundamentaram na melhoria da definição do espaço geográfico do NEIG-UFF.

As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios aborda uma caracterização introdutória da área de estudo, assim como breve histórico de ocupação territorial a partir de sua aquisição, e tece considerações quanto às condições legais atuais de proteção.

As Restingas Fluminenses E Seus Últimos Refúgios apresenta resultados relativos a imagens e mapas e às informações sobre o levantamento do uso do solo e sua caracterização, da cobertura vegetal, topografia, simbolismos paisagísticos regionais, fauna e flora.

Traz ainda breve caracterização das condições ambientais da Laguna de Araruama, mapeamento das áreas de entorno do NEIG-UFF, considerações quanto aos impactos ambientais oriundos de atividades antrópicas no núcleo após sua doação à Faculdade de Veterinária e uma brevíssima análise e caracterização do IDH e ICMS Verde dos municípios de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia, circunvizinhos ao núcleo.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação