Juliani Borchardt Da Silva (Org.) – Memória E Patrimônio Cultural

A coletânea Memória E Patrimônio objetiva reunir pesquisadores que se debruçam nas temáticas da memória e do patrimônio cultural.

Juliani Borchardt Da Silva (Org.) – Memória E Patrimônio Cultural: Interpretações, Práticas E Discursos Sobre O Passado

O patrimônio tem o papel fundamental de constituir a caracterizar a cultura de um determinado local, de uma determinada população. A preservação desses bens é muito importante para se manter viva essa cultura e levar esse conhecimento para as futuras gerações, e para se incentivar essa preservação é necessário o conhecimento acerca do bem em questão. Conhecer a história e todos os outros aspectos envolvendo o patrimônio é fundamental para compreender sua magnitude e utilidade para a sociedade.

A obra Memória E Patrimônio Cultural: Interpretações, Práticas E Discursos Sobre O Passado objetiva reunir, de maneira interdisciplinar, pesquisadores que se debruçam nas temáticas da memória e do patrimônio cultural.

Sob um viés de práticas e discursos, os trabalhos apresentados referenciam discussões atuais, que possibilitam um olhar diferenciado e atento acerca das transformações, das narrativas, e dos usos que diferentes elementos consagrados (ou não) patrimonialmente, reverberam nos locais em que estão inseridos.

O campo da memória e do patrimônio cultural se constitui plural e presente nas distintas sociedades e relações humanas. Discorrer sobre as maneiras como as memórias são manifestadas enquanto patrimônio cultural é relevante para a compreensão, na atualidade, de como o passado é interpretado, praticado, ressignificado e narrado no presente pelos sujeitos.

Indubitavelmente, o compartilhamento de pesquisas e reflexões de temáticas ligadas à memória e ao patrimônio cultural fomentam e efetivam o conhecimento e o auto reconhecimento dos sujeitos enquanto detentores de práticas, expressões e saberes que representam às identidades coletivas daqueles que habitam e constituem determinado espaço.

Deste modo, espera-se que a obra apresentada sirva de instrumento e base, também, para futuras pesquisas, inquietando, por consequência, outros pesquisadores e apreciadores deste campo de estudo.

Uma boa leitura a todos!


Deixe uma resposta

Juliani Borchardt Da Silva (Org.) – Memória E Patrimônio Cultural

A coletânea Memória E Patrimônio objetiva reunir pesquisadores que se debruçam nas temáticas da memória e do patrimônio cultural.

Juliani Borchardt Da Silva (Org.) - Memória E Patrimônio Cultural: Interpretações, Práticas E Discursos Sobre O Passado

O patrimônio tem o papel fundamental de constituir a caracterizar a cultura de um determinado local, de uma determinada população. A preservação desses bens é muito importante para se manter viva essa cultura e levar esse conhecimento para as futuras gerações, e para se incentivar essa preservação é necessário o conhecimento acerca do bem em questão. Conhecer a história e todos os outros aspectos envolvendo o patrimônio é fundamental para compreender sua magnitude e utilidade para a sociedade.

A obra Memória E Patrimônio Cultural: Interpretações, Práticas E Discursos Sobre O Passado objetiva reunir, de maneira interdisciplinar, pesquisadores que se debruçam nas temáticas da memória e do patrimônio cultural.

Sob um viés de práticas e discursos, os trabalhos apresentados referenciam discussões atuais, que possibilitam um olhar diferenciado e atento acerca das transformações, das narrativas, e dos usos que diferentes elementos consagrados (ou não) patrimonialmente, reverberam nos locais em que estão inseridos.

O campo da memória e do patrimônio cultural se constitui plural e presente nas distintas sociedades e relações humanas. Discorrer sobre as maneiras como as memórias são manifestadas enquanto patrimônio cultural é relevante para a compreensão, na atualidade, de como o passado é interpretado, praticado, ressignificado e narrado no presente pelos sujeitos.

Indubitavelmente, o compartilhamento de pesquisas e reflexões de temáticas ligadas à memória e ao patrimônio cultural fomentam e efetivam o conhecimento e o auto reconhecimento dos sujeitos enquanto detentores de práticas, expressões e saberes que representam às identidades coletivas daqueles que habitam e constituem determinado espaço.

Deste modo, espera-se que a obra apresentada sirva de instrumento e base, também, para futuras pesquisas, inquietando, por consequência, outros pesquisadores e apreciadores deste campo de estudo.

Uma boa leitura a todos!


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação