Alda Junqueira Marin (Org.) – Escolas, Organizações E Ensino

Escolas, Organizações E Ensino contribui para a compreensão da vida escolar, o qual todos nós consideramos fundamental para os que se dedicam à educação.

Alda Junqueira Marin (Org.) – Escolas, Organizações E Ensino

Há algumas décadas, estudos têm apresentado dados e considerações sobre a precariedade da educação em muitos países e o sucesso de sistemas vigentes em outros.

Não têm faltado propostas desde os organismos internacionais com dados e princípios, com abordagens variadas, sobretudo em relação ao que se convencionou chamar de globalização e educação, pautadas por perspectivas sociais, políticas e econômicas em relações macro e micro institucionais da educação.

Essa reflexividade crítica tem estado, de certos modos, presente entre nós brasileiros, pesquisadores, artistas e demais envolvidos com o mundo simbólico. Nas duas últimas décadas, não têm sido poucas as produções voltadas às análises e debates relativos a toda essa interferência mundial.

Diversos estudos têm dedicado atenção às condições sociais, de trabalho e carreira de professores dos professores complementando aspectos relativos à formação como parte de um conjunto necessário à compreensão sobre o ensino.

Assim, é na direção de cumprir o chamado à divulgação crítico-colaborativa sobre a educação nos momentos recentes que tentamos organizar esta publicação com alguns dados que exemplificam e pretendem auxiliar na direção de tal compreensão.

Escolas, Organizações E Ensino contribui para a compreensão da vida escolar, o qual todos nós consideramos fundamental para os que se dedicam, de alguma forma, à educação.

As análises com crítica e as ajudas que os estudos trazem auxiliam a percepção de aspectos diferenciados, porquanto são muitas as escolas, bem como permitem que se tenha uma amostra das inumeráveis interferências que existem ou que podemos exercer sobre o ensino, sobretudo sobre as ações docentes na atividade educativa.

Espera-se que, ao final, os conteúdos dos capítulos estimulem os leitores ao estudo, percebendo que, embora pareça um trabalho de patchwork, na verdade ele possui um liame: o nosso empenho e compromisso com a Educação, em geral, e com a Escolar e seus agentes em particular.


Deixe uma resposta

Alda Junqueira Marin (Org.) – Escolas, Organizações E Ensino

Escolas, Organizações E Ensino contribui para a compreensão da vida escolar, o qual todos nós consideramos fundamental para os que se dedicam à educação.

Alda Junqueira Marin (Org.) - Escolas, Organizações E Ensino

Há algumas décadas, estudos têm apresentado dados e considerações sobre a precariedade da educação em muitos países e o sucesso de sistemas vigentes em outros.

Não têm faltado propostas desde os organismos internacionais com dados e princípios, com abordagens variadas, sobretudo em relação ao que se convencionou chamar de globalização e educação, pautadas por perspectivas sociais, políticas e econômicas em relações macro e micro institucionais da educação.

Essa reflexividade crítica tem estado, de certos modos, presente entre nós brasileiros, pesquisadores, artistas e demais envolvidos com o mundo simbólico. Nas duas últimas décadas, não têm sido poucas as produções voltadas às análises e debates relativos a toda essa interferência mundial.

Diversos estudos têm dedicado atenção às condições sociais, de trabalho e carreira de professores dos professores complementando aspectos relativos à formação como parte de um conjunto necessário à compreensão sobre o ensino.

Assim, é na direção de cumprir o chamado à divulgação crítico-colaborativa sobre a educação nos momentos recentes que tentamos organizar esta publicação com alguns dados que exemplificam e pretendem auxiliar na direção de tal compreensão.

Escolas, Organizações E Ensino contribui para a compreensão da vida escolar, o qual todos nós consideramos fundamental para os que se dedicam, de alguma forma, à educação.

As análises com crítica e as ajudas que os estudos trazem auxiliam a percepção de aspectos diferenciados, porquanto são muitas as escolas, bem como permitem que se tenha uma amostra das inumeráveis interferências que existem ou que podemos exercer sobre o ensino, sobretudo sobre as ações docentes na atividade educativa.

Espera-se que, ao final, os conteúdos dos capítulos estimulem os leitores ao estudo, percebendo que, embora pareça um trabalho de patchwork, na verdade ele possui um liame: o nosso empenho e compromisso com a Educação, em geral, e com a Escolar e seus agentes em particular.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação