Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: “Navegar é preciso, viver não é preciso”.
Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para casar com quem eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar.
Não conto gozar a minha vida; nem gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a minha alma a lenha desse fogo.
Só quero torná-la de toda a humanidade; ainda que para isso tenha de a perder como minha.
Cada vez mais penso assim. Cada vez mais ponho na essência anímica do meu sangue o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir para a evolução da humanidade.
É a forma que em mim tomou o misticismo de nossa raça.
Toda a obra poética de Fernando Pessoa, seus heterônimos Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos, além de sua poesia dramática, reunida em um só volume. São coletâneas como “Mensagem”, “Guardador de Rebanhos”, “Odes – Livro I”, “O Pastor Amoroso” e a poesia inédita.
Essa antologia contém:
Obra Completa de Fernando Pessoa I: Poesia de Fernando Pessoa. Inclui “Mensagem”, “Cancioneiro”, a poesia inédita e mais (Edição Definitiva)
Obra Completa de Fernando Pessoa II: Poesia Completa de Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos (Edição Definitiva)
Obra Completa de Fernando Pessoa III: Poemas Dramáticos (Edição Definitiva)
Obra Completa de Fernando Pessoa IV – Livro do Desassossego e a obra em prosa: (Edição Definitiva)
Obra Completa de Fernando Pessoa V: Escritos sobre Arte e Literatura (Edição Definitiva)
Obra Completa de Fernando Pessoa VI: Escritos sobre Política e Sociedade (Edição Definitiva)
Obra Completa de Fernando Pessoa VII: Escritos sobre Filosofia (Edição Definitiva)
Obra Completa de Fernando Pessoa VIII: Escritos e fragmentos autobiográficos (Edição Definitiva)

Deixe uma resposta