Uma Noite, Markovitch – Nova e brilhante voz da literatura israelense, Ayelet Gundar-Goshen é uma contadora de histórias fluente e dada ao realismo mágico. Traduzido para 14 idiomas, este seu romance de estreia recebeu aclamação internacional.
Às vésperas da Segunda Guerra, um grupo de jovens parte da Palestina para a Europa. Do outro lado do mar, um grupo de jovens judias que nunca conheceram os esperam. O objetivo: casamentos fictícios com os quais as meninas poderão escapar da Europa sob Hitler e alcançar a futura pátria judaica, então sob o domínio britânico.
Dois dos jovens são amigos íntimos, mas muito diferentes um do outro. Zeev Feinberg, um sujeito ousado, alto e musculoso, tem um belo bigode e está acostumado a ter mulheres caídas a seus pés. O outro, Iaakov Markovitch, é um cara indescritível e monótono sem qualquer tipo de carisma: nenhuma mulher já olhou para ele.
No entanto, é Markovitch quem fica com a mulher mais bonita, a deslumbrante Bella Zeigerman. Porém, quando eles alcançam Israel, ele se recusa a se divorciar. Ele sofre humilhação, ameaças, até mesmo espancamentos, seu amigo o abandona, mas ele persiste com a esperança de que Bella o amará algum dia.
Bella luta por sua liberdade contra o pano de fundo da guerra na Europa e a Guerra de Independência de Israel, com o enredo indo e vindo entre os pequenos indivíduos e os grandes eventos que os rodeiam, tudo isso num andamento ágil e mítico.
Colorido romance de estreia de Gundar-Goshen, Uma Noite, Markovitch reconta eventos do século XX de forma divertida e ilustrada.

Ayelet Gundar-Goshen nasceu em Israel em 1982. É mestre em Psicologia Clínica pela Universidade de Tel Aviv. Seus roteiros ganharam prêmios em festivais internacionais, incluindo o Berlin Today Award e o Prêmio do Festival de Curta-metragem da Cidade de Nova Yorkh. Uma Noite, Markovitch, seu primeiro romance, ganhou o Prêmio Sapir para melhor estreia.

 

Camisa Bailarina

Deixe uma resposta