est

Da Estátua À Pedra: Percursos Figurativos De José Saramago – O propósito deste ensaio é desenvolver uma leitura comparativa, por aproximação e contraste, de quatro romances de José Saramago. Recorte no amplo universo do romancista português, o trabalho levanta questões que possibilitam um ordenamento das leituras sobre sua obra a partir de um exame detido de um romance de sua fase mais nacional: A jangada de Pedra, em contraposição à trilogia constituída por Ensaio sobre a cegueira, Todos os nomes e A caverna.
Da Estátua À Pedrabusca explicitar espelhamentos e refrações entre A Jangada de Pedra e Ensaio sobre a cegueira, bem como as muitas ressonâncias entre Ensaio sobre a cegueira, Todos os nomes e A caverna, e assim delinear um horizonte de convergências estruturais e/ou temáticas perceptível no confronto das obras.
Tal estratégia possibilita à autora depreender e apontar a marca narrativa que articula a variedade ficcional de cada romance, os quais agrega sob uma rubrica comum, mostrando que temas, figuras, mitos, símbolos, procedimentos narrativos e outros recursos que deles emergem configuram Saramago como romancista que “sendo a cada vez outro, é sempre o mesmo”.

Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1987), mestrado em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo (1998), doutorado em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo (2004) e pós-doutorado em Letras (Teoria Literária) pela Universidade de Coimbra (2010). Atualmente é professora assistente de Literatura Portuguesa da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho / Faculdade de Ciências e Letras de Assis. Autora de Entre a biblioteca e o bordel: a sátira narrativa de Hilário Tácito (Editora UNESP, 2006) e de Da estátua à pedra: percursos figurativos de José Saramago (2015). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Portuguesa e Teoria Literária, atuando principalmente nos seguintes temas: José Saramago, narrativa, poesia, estilística e literatura comparada.

pdf

Camisa “E Viva A Diferença!”

Deixe uma resposta