Tilman Furniss – Abuso Sexual Da Criança

Abuso Sexual Da Criança reúne o trabalho realizado do autor sobre abuso sexual da criança, em Berlim, Amsterdã e Londres.

Tilman Furniss – Abuso Sexual Da Criança: Uma Abordagem Multidisciplinar

O abuso sexual da criança é tanto uma questão normativa e política quanto clínica. Possui importantes aspectos sociológicos e antropológicos. Como uma questão que envolve o sexo, é uma questão sexista e um campo de batalha para fortes opiniões.

Para os profissionais, que precisam lidar com as consequências, o abuso sexual da criança é um pesadelo, um campo minado de complexidade e confusão, pessoalmente e profissionalmente, uma ameaça aos papéis profissionais tradicionais, um desafio às tradicionais estruturas de cooperação e uma constante zona de perigo de fracasso profissional.

Este livro foi escrito para os profissionais de todas as diferentes profissões, dos policiais aos terapeutas, envolvidos no trabalho prático cotidiano com crianças que sofreram abuso sexual.

Trabalhar com crianças que sofreram abuso sexual e suas famílias é basicamente complicado por quatro fatores. Como um problema multidisciplinar genuíno e genérico, requer a estreita cooperação de uma ampla gama de diferentes profissionais com diferentes tarefas.

Como um problema legal e terapêutico, requer, por parte de todos os profissionais envolvidos, o conhecimento dos aspectos criminais e de proteção da criança, assim como dos aspectos psicológicos. Envolve as crianças como seres humanos estruturalmente dependentes, que são pessoas com seus próprios direitos, mas que não podem exercer esse direito elas mesmas, precisando de proteção e do cuidado dos pais.

A natureza específica do abuso sexual da criança como uma síndrome conectadora de segredo para a criança, a pessoa que cometeu o abuso e a família, e como uma síndrome de adição para a pessoa que cometeu o abuso complica tanto a intervenção legal quanto a intervenção protetora da criança, assim como a própria terapia.

A revelação do abuso sexual da criança conduz a uma crise imediata nas famílias e nas redes profissionais, igualmente. Uma abordagem integrada à família, consequentemente, precisa prestar tanta atenção aos processos na rede profissional quanto aos acontecimentos na família.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Tilman Furniss – Abuso Sexual Da Criança

Abuso Sexual Da Criança reúne o trabalho realizado do autor sobre abuso sexual da criança, em Berlim, Amsterdã e Londres.

Tilman Furniss - Abuso Sexual Da Criança: Uma Abordagem Multidisciplinar

O abuso sexual da criança é tanto uma questão normativa e política quanto clínica. Possui importantes aspectos sociológicos e antropológicos. Como uma questão que envolve o sexo, é uma questão sexista e um campo de batalha para fortes opiniões.

Para os profissionais, que precisam lidar com as consequências, o abuso sexual da criança é um pesadelo, um campo minado de complexidade e confusão, pessoalmente e profissionalmente, uma ameaça aos papéis profissionais tradicionais, um desafio às tradicionais estruturas de cooperação e uma constante zona de perigo de fracasso profissional.

Este livro foi escrito para os profissionais de todas as diferentes profissões, dos policiais aos terapeutas, envolvidos no trabalho prático cotidiano com crianças que sofreram abuso sexual.

Trabalhar com crianças que sofreram abuso sexual e suas famílias é basicamente complicado por quatro fatores. Como um problema multidisciplinar genuíno e genérico, requer a estreita cooperação de uma ampla gama de diferentes profissionais com diferentes tarefas.

Como um problema legal e terapêutico, requer, por parte de todos os profissionais envolvidos, o conhecimento dos aspectos criminais e de proteção da criança, assim como dos aspectos psicológicos. Envolve as crianças como seres humanos estruturalmente dependentes, que são pessoas com seus próprios direitos, mas que não podem exercer esse direito elas mesmas, precisando de proteção e do cuidado dos pais.

A natureza específica do abuso sexual da criança como uma síndrome conectadora de segredo para a criança, a pessoa que cometeu o abuso e a família, e como uma síndrome de adição para a pessoa que cometeu o abuso complica tanto a intervenção legal quanto a intervenção protetora da criança, assim como a própria terapia.

A revelação do abuso sexual da criança conduz a uma crise imediata nas famílias e nas redes profissionais, igualmente. Uma abordagem integrada à família, consequentemente, precisa prestar tanta atenção aos processos na rede profissional quanto aos acontecimentos na família.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação