Tarciana Sampaio Costa & Outros (Orgs.) – Compêndio De Promoção À Saúde Mental

Os estudos contidos neste Compêndio De Promoção À Saúde Mental testam e descrevem a realidade do cuidado e sua evolução ao longo da história.

Tarciana Sampaio Costa, Milena Nunes Alves De Sousa, Elzenir Pereira De Oliveira Almeida, Paulo Gabriel Godinho Delgado, Maria Cecília De Souza Minayo (Orgs.) – Compêndio De Promoção À Saúde Mental

Esta obra se propõe a apresentar uma reflexão sobre as atividades de saúde mental na atenção básica, considerando que esse cenário é fértil para criar conhecimentos a partir de uma compreensão multidisciplinar das atividades aí desenvolvidas.

Propomos, em 23 capítulos, ressaltar as ações que qualificam a assistência em saúde mental no território, contribuir para suprir a escassez de protocolos direcionados às pessoas em sofrimento psíquico e propor uma relação de confiança e de vínculos mediante ações de prevenção, promoção, diagnóstico, tratamento e reabilitação.

O Compêndio De Promoção À Saúde Mental está dividido em cinco partes:
I – Políticas públicas em saúde mental, em que contemplamos a lei 10.216/2001 “Lei Antimanicomial”; história da saúde mental e da reforma psiquiátrica; tendências de pesquisas brasileiras sobre a assistência à saúde mental na atenção básica.
II – Abordagem multiprofissional, terapias comunitárias, desmame de psicotrópicos, intervenções e ações de promoção da saúde na Atenção Básica.
III – Abordagens sobre o nível de dependência de crianças e adolescentes com transtornos mentais e sua correlação com a qualidade de vida dos cuidadores.
IV – Saúde mental e trabalho dos profissionais que atuam na atenção primária.
V – Apresentação do fluxograma de atendimento em saúde mental na atenção primária à saúde.

Ao chegar ao final deste Compêndio De Promoção À Saúde Mental a melhor sensação que nos fica é ver como a história do conhecimento técnico, o aprofundamento cada vez maior dos estudos científicos, aliado do entusiasmo humanista e da compaixão dos estudiosos e profissionais da área, provocaram mudanças humanizadoras.

Ao criarem serviços de qualidade e eficácia que oferecem, cada vez mais, em regime de compartilhamento e descentralização, melhores saídas para os enfermos e consolo para seus familiares é possível vislumbrar a pedra virar flor. A multidisciplinariedade também veio para ficar no horizonte da Reforma Psiquiátrica.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Tarciana Sampaio Costa & Outros (Orgs.) – Compêndio De Promoção À Saúde Mental

Os estudos contidos neste Compêndio De Promoção À Saúde Mental testam e descrevem a realidade do cuidado e sua evolução ao longo da história.

Tarciana Sampaio Costa, Milena Nunes Alves De Sousa, Elzenir Pereira De Oliveira Almeida, Paulo Gabriel Godinho Delgado, Maria Cecília De Souza Minayo (Orgs.) - Compêndio De Promoção À Saúde Mental

Esta obra se propõe a apresentar uma reflexão sobre as atividades de saúde mental na atenção básica, considerando que esse cenário é fértil para criar conhecimentos a partir de uma compreensão multidisciplinar das atividades aí desenvolvidas.

Propomos, em 23 capítulos, ressaltar as ações que qualificam a assistência em saúde mental no território, contribuir para suprir a escassez de protocolos direcionados às pessoas em sofrimento psíquico e propor uma relação de confiança e de vínculos mediante ações de prevenção, promoção, diagnóstico, tratamento e reabilitação.

O Compêndio De Promoção À Saúde Mental está dividido em cinco partes:
I – Políticas públicas em saúde mental, em que contemplamos a lei 10.216/2001 “Lei Antimanicomial”; história da saúde mental e da reforma psiquiátrica; tendências de pesquisas brasileiras sobre a assistência à saúde mental na atenção básica.
II – Abordagem multiprofissional, terapias comunitárias, desmame de psicotrópicos, intervenções e ações de promoção da saúde na Atenção Básica.
III – Abordagens sobre o nível de dependência de crianças e adolescentes com transtornos mentais e sua correlação com a qualidade de vida dos cuidadores.
IV – Saúde mental e trabalho dos profissionais que atuam na atenção primária.
V – Apresentação do fluxograma de atendimento em saúde mental na atenção primária à saúde.

Ao chegar ao final deste Compêndio De Promoção À Saúde Mental a melhor sensação que nos fica é ver como a história do conhecimento técnico, o aprofundamento cada vez maior dos estudos científicos, aliado do entusiasmo humanista e da compaixão dos estudiosos e profissionais da área, provocaram mudanças humanizadoras.

Ao criarem serviços de qualidade e eficácia que oferecem, cada vez mais, em regime de compartilhamento e descentralização, melhores saídas para os enfermos e consolo para seus familiares é possível vislumbrar a pedra virar flor. A multidisciplinariedade também veio para ficar no horizonte da Reforma Psiquiátrica.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta