Soraya Barreto Januário – Masculinidades Em (Re)Construção: Gênero, Corpo E Publicidade

O presente livro analisa as representações dos homens e das suas masculinidade, retratadas através do médium revista. Na contemporaneidade, caracterizada pela fluidez dos valores sociais (Bauman, 2004) e pela crescente influência exercida pelos media, a imagem do homem tem vindo a sofrer alterações. Novos modelos sociais e estéticos são estabelecidos, categorizando os indivíduos de acordo com determinados padrões socialmente aceites. Os estudos culturais e de género, ao analisarem o que é veiculado nos media, procuram entender como são retratadas para os indivíduos as mudanças que permeiam a sociedade na atualidade. A proposta deste estudo foi a de identificar aspetos de uma Cultura Visual que caracterizam a exposição do homem na publicidade. Analisamos o conteúdo visual nos anúncios publicitários veiculados no ano de 2011 nas revistas de estilo de vida masculinas, nomeadamente Men’s Health, GQ e Max Men. Na busca de evidências e rupturas de uma cultura visual que emerge das representações das masculinidades na publicidade portuguesa, deparamo-nos com a presença de alguns padrões de homens, representados por sete categorias. Nesse sentido, foi possível compreender que na associação entre as masculinidades e a publicidade se perpetuam os ideais hegemônicos, com algumas rupturas pontuais.


Deixe uma resposta

Soraya Barreto Januário – Masculinidades Em (Re)Construção: Gênero, Corpo E Publicidade

O presente livro analisa as representações dos homens e das suas masculinidade, retratadas através do médium revista. Na contemporaneidade, caracterizada pela fluidez dos valores sociais (Bauman, 2004) e pela crescente influência exercida pelos media, a imagem do homem tem vindo a sofrer alterações. Novos modelos sociais e estéticos são estabelecidos, categorizando os indivíduos de acordo com determinados padrões socialmente aceites. Os estudos culturais e de género, ao analisarem o que é veiculado nos media, procuram entender como são retratadas para os indivíduos as mudanças que permeiam a sociedade na atualidade. A proposta deste estudo foi a de identificar aspetos de uma Cultura Visual que caracterizam a exposição do homem na publicidade. Analisamos o conteúdo visual nos anúncios publicitários veiculados no ano de 2011 nas revistas de estilo de vida masculinas, nomeadamente Men’s Health, GQ e Max Men. Na busca de evidências e rupturas de uma cultura visual que emerge das representações das masculinidades na publicidade portuguesa, deparamo-nos com a presença de alguns padrões de homens, representados por sete categorias. Nesse sentido, foi possível compreender que na associação entre as masculinidades e a publicidade se perpetuam os ideais hegemônicos, com algumas rupturas pontuais.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação