Metodologias Ativas: Projetos Interdisciplinares

Metodologias Ativas: Projetos Interdisciplinares pensa como ensinar os conteúdos a partir dessa inter-relação entre as disciplinas e seus conhecimentos.

Nenhum conhecimento é estanque. A todo momento um conhecimento se integra a outro, gerando uma síntese que, por sua vez, também se disseminará, dando origem a novos conhecimentos.

Nesse processo, vão se relacionando áreas, saberes, competências em um todo interdependente. Uma premissa como essa é de suma importância quando se trata de metodologias ativas de projetos interdisciplinares.

O desafio é pensar como ensinar os conteúdos aos alunos a partir dessa inter -relação entre as disciplinas e seus conhecimentos.

O objetivo deste volume Metodologias Ativas: Projetos Interdisciplinares é apresentar aos docentes não apenas uma análise das potencialidades pedagógicas dessa metodologia para serem utilizadas como estratégia didática, mas também contribuir de forma prática e efetiva com o desenvolvimento dos saberes, muitas vezes traduzidos em conteúdos curriculares, viabilizando uma maior integração entre as disciplinas e seus conhecimentos no âmbito escolar.

Ao definir no planejamento escolar os conteúdos para o ano letivo, o professor se depara geralmente com a seguinte pergunta: o que é importante ensinar para o aluno?

Possivelmente, essa questão leva a pensar sobre o que esse aluno tem que saber quando termina o ciclo do Ensino Fundamental – Anos iniciais.

Contudo, o enfoque das informações isoladas e encaixotadas nas disciplinas faz que o conhecimento se perca ao descolar as partes de seu todo, de seu contexto.

Sem dúvida, o planejamento escolar encaminha perguntas essenciais, haja vista não ser viável abarcar a totalidade dos conteúdos em todas as disciplinas em um período letivo limitado.

Porém, o planejamento escolar que pretende dar conta de tudo acaba por não selecionar ou definir o que é o mais importante para o aluno aprender.

Planejamento Escolar assume aqui um sentido mais amplo e dinâmico do que o do documento oficial que se entrega burocraticamente à secretaria de ensino.

Trata -se de considerar desde a filosofia de educação que orientará a prática até a maneira de integrar conteúdos e métodos de trabalho. Por isso, é preferível que o planejamento escolar seja flexível e dinâmico – um instrumento de ação pedagógica.

Links para Download

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Mais Lidos

Blog

Metodologias Ativas: Projetos Interdisciplinares

Metodologias Ativas: Projetos Interdisciplinares pensa como ensinar os conteúdos a partir dessa inter-relação entre as disciplinas e seus conhecimentos.

Nenhum conhecimento é estanque. A todo momento um conhecimento se integra a outro, gerando uma síntese que, por sua vez, também se disseminará, dando origem a novos conhecimentos.

Nesse processo, vão se relacionando áreas, saberes, competências em um todo interdependente. Uma premissa como essa é de suma importância quando se trata de metodologias ativas de projetos interdisciplinares.

O desafio é pensar como ensinar os conteúdos aos alunos a partir dessa inter -relação entre as disciplinas e seus conhecimentos.

O objetivo deste volume Metodologias Ativas: Projetos Interdisciplinares é apresentar aos docentes não apenas uma análise das potencialidades pedagógicas dessa metodologia para serem utilizadas como estratégia didática, mas também contribuir de forma prática e efetiva com o desenvolvimento dos saberes, muitas vezes traduzidos em conteúdos curriculares, viabilizando uma maior integração entre as disciplinas e seus conhecimentos no âmbito escolar.

Ao definir no planejamento escolar os conteúdos para o ano letivo, o professor se depara geralmente com a seguinte pergunta: o que é importante ensinar para o aluno?

Possivelmente, essa questão leva a pensar sobre o que esse aluno tem que saber quando termina o ciclo do Ensino Fundamental – Anos iniciais.

Contudo, o enfoque das informações isoladas e encaixotadas nas disciplinas faz que o conhecimento se perca ao descolar as partes de seu todo, de seu contexto.

Sem dúvida, o planejamento escolar encaminha perguntas essenciais, haja vista não ser viável abarcar a totalidade dos conteúdos em todas as disciplinas em um período letivo limitado.

Porém, o planejamento escolar que pretende dar conta de tudo acaba por não selecionar ou definir o que é o mais importante para o aluno aprender.

Planejamento Escolar assume aqui um sentido mais amplo e dinâmico do que o do documento oficial que se entrega burocraticamente à secretaria de ensino.

Trata -se de considerar desde a filosofia de educação que orientará a prática até a maneira de integrar conteúdos e métodos de trabalho. Por isso, é preferível que o planejamento escolar seja flexível e dinâmico – um instrumento de ação pedagógica.

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Pesquisar

Mais Lidos

Blog