Lajedo, Meu Pedaço De Chão

Lajedo, Meu Pedaço De Chão proporcionará aos leitores uma viagem no tempo para conhecer os momentos históricos do município.

A arte de historiar não é simples! Não é o “apenas querer” ou o “estar preparado”. Como toda a arte historiar é ter paixão pelo que se pretende e se lançar de corpo de alma ao seu projeto. Sem isso não se é capaz ao inusitado ou ao improvável aquilo que vai fazer a diferença entre o que já foi feito e o que está disposta a se fazer.

Ao passar as páginas deste livro facilmente o leitor notará a paixão do autor pelo o que estava fazendo. Paulo Henrique já não pode ser considerado um novato do ramo de publicações.

Com efeito seus livros e reedições por si só já dizem quem ele é. Nesta obra, particularmente, ele vem apresentar algo além dos fatos históricos. Que já seria motivo suficiente para a publicação do livro. Contudo, agora, caminhando pelas terras da Filosofia, da Sociologia, da Cidadania e Direito ele nos leva a descobrir o sentido de conhecer os primórdios da sociedade lajedense.

E não o faz de maneira qualquer. Vai do mais amplo e global para o específico e local numa viagem cheia de esclarecimentos. Sua linguagem é simples e precisa. Sem deixar de manter certa erudição transforma textos em leituras agradáveis que prendem o leitor a não deixar para amanhã o que pode descobrir hoje. Para o que é lajedense, a cada página virada brota um sentimento de pertencer a história. As ilustrações dão brilho e forma a memórias que conhecíamos apenas pelas narrações de nossos pais.

A obra é um serviço à sociedade de Lajedo. Tanto por não deixar apagar nossas memórias, quanto por dar material, que unido aos outros do próprio autor e de outros escritores lajedenses, começam a formar um compêndio para pesquisa do cidadão de nossa querida terra. Que novas descobertas sobre nossas origens aconteçam e que pessoas como Paulo Henrique estejam atentos e presentes para enriquecer e registrar nossa história.

Este livro proporcionará aos leitores uma viagem no tempo para conhecer os momentos históricos do município. O ponto de partida para o estudo é o ano de 1500, quando Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil, e a partir da colonização de nosso país passamos a compreender como aconteceu o processo de povoamento de Pernambuco, do Agreste e, consequentemente de Lajedo. Essa história que tem início em um espaço de terra ainda sem habitantes é estendida até os dias atuais, sendo possível acompanhar o passo-a-passo da construção do Lajedo de hoje.

Links para Download

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Mais Lidos

Blog

Lajedo, Meu Pedaço De Chão

Lajedo, Meu Pedaço De Chão proporcionará aos leitores uma viagem no tempo para conhecer os momentos históricos do município.

A arte de historiar não é simples! Não é o “apenas querer” ou o “estar preparado”. Como toda a arte historiar é ter paixão pelo que se pretende e se lançar de corpo de alma ao seu projeto. Sem isso não se é capaz ao inusitado ou ao improvável aquilo que vai fazer a diferença entre o que já foi feito e o que está disposta a se fazer.

Ao passar as páginas deste livro facilmente o leitor notará a paixão do autor pelo o que estava fazendo. Paulo Henrique já não pode ser considerado um novato do ramo de publicações.

Com efeito seus livros e reedições por si só já dizem quem ele é. Nesta obra, particularmente, ele vem apresentar algo além dos fatos históricos. Que já seria motivo suficiente para a publicação do livro. Contudo, agora, caminhando pelas terras da Filosofia, da Sociologia, da Cidadania e Direito ele nos leva a descobrir o sentido de conhecer os primórdios da sociedade lajedense.

E não o faz de maneira qualquer. Vai do mais amplo e global para o específico e local numa viagem cheia de esclarecimentos. Sua linguagem é simples e precisa. Sem deixar de manter certa erudição transforma textos em leituras agradáveis que prendem o leitor a não deixar para amanhã o que pode descobrir hoje. Para o que é lajedense, a cada página virada brota um sentimento de pertencer a história. As ilustrações dão brilho e forma a memórias que conhecíamos apenas pelas narrações de nossos pais.

A obra é um serviço à sociedade de Lajedo. Tanto por não deixar apagar nossas memórias, quanto por dar material, que unido aos outros do próprio autor e de outros escritores lajedenses, começam a formar um compêndio para pesquisa do cidadão de nossa querida terra. Que novas descobertas sobre nossas origens aconteçam e que pessoas como Paulo Henrique estejam atentos e presentes para enriquecer e registrar nossa história.

Este livro proporcionará aos leitores uma viagem no tempo para conhecer os momentos históricos do município. O ponto de partida para o estudo é o ano de 1500, quando Pedro Álvares Cabral chega ao Brasil, e a partir da colonização de nosso país passamos a compreender como aconteceu o processo de povoamento de Pernambuco, do Agreste e, consequentemente de Lajedo. Essa história que tem início em um espaço de terra ainda sem habitantes é estendida até os dias atuais, sendo possível acompanhar o passo-a-passo da construção do Lajedo de hoje.

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Pesquisar

Mais Lidos

Blog