Pâmella Santos Dos Passos & Lesliê Vieira Mulico – Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica

Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica reúne produções de cinco diferentes instituições de nossa rede.

Pâmella Santos Dos Passos & Lesliê Vieira Mulico (Orgs.) – Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica

O livro Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica nos mostra, a partir de relatos de experiências e reflexões teórico-práticas, um cotidiano da rede federal que atua na promoção da Educação em Direitos Humanos.

Composto por 10 capítulos, este livro reúne produções de cinco diferentes instituições de nossa rede, tão diversa e tão importante na interiorização de uma educação pública gratuita e de qualidade.

Os três primeiros capítulos da obra nos permitem olhar para os Institutos Federais (IFs) e, a partir de sua estrutura, conhecer experiências de efetivação dos Direitos Humanos, seja na própria existência de um IF, seja em suas ações de Ensino, Pesquisa e Extensão.

A inclusão de portadores de Necessidades Especiais no ambiente educacional sob a ótica dos Direitos Humanos é tematizada no quarto e quinto capítulos, levando o leitor a pensar no respeito à diferença e na garantia dos direitos do educando.

A linguagem e sua relação com os Direitos Humanos são abordadas nos capítulos seis e sete, nos quais os autores, a partir de exemplos de seus cotidianos docentes, demonstram uma formação profissional cidadã, crítica e garantidora de direitos.

O diálogo com a cultura aparece de forma mais explícita nos três últimos capítulos, levantando a reflexão sobre que corpos circulam e se sentem pertencentes aos espaços da rede federal, bem como sobre de que forma essa discussão se insere no campo dos Direitos Humanos.

Os Direitos Humanos aqui pensados não são universais ou estão garantidos, eles são fruto de uma luta diária feita por profissionais da educação que, assim como o poema, enquanto esperam a primavera, atravessam esse inverno sombrio e ausente de direitos em meio a tempestade de acusações e desqualificações.

Mas nessa espera, calejamos nossas mãos com a escrita, eis o nosso trabalho de arar a terra.


Deixe uma resposta

Pâmella Santos Dos Passos & Lesliê Vieira Mulico – Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica

Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica reúne produções de cinco diferentes instituições de nossa rede.

Pâmella Santos Dos Passos & Lesliê Vieira Mulico (Orgs.) - Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica

O livro Educação E Direitos Humanos Na Rede Federal De Educação Profissional E Tecnológica nos mostra, a partir de relatos de experiências e reflexões teórico-práticas, um cotidiano da rede federal que atua na promoção da Educação em Direitos Humanos.

Composto por 10 capítulos, este livro reúne produções de cinco diferentes instituições de nossa rede, tão diversa e tão importante na interiorização de uma educação pública gratuita e de qualidade.

Os três primeiros capítulos da obra nos permitem olhar para os Institutos Federais (IFs) e, a partir de sua estrutura, conhecer experiências de efetivação dos Direitos Humanos, seja na própria existência de um IF, seja em suas ações de Ensino, Pesquisa e Extensão.

A inclusão de portadores de Necessidades Especiais no ambiente educacional sob a ótica dos Direitos Humanos é tematizada no quarto e quinto capítulos, levando o leitor a pensar no respeito à diferença e na garantia dos direitos do educando.

A linguagem e sua relação com os Direitos Humanos são abordadas nos capítulos seis e sete, nos quais os autores, a partir de exemplos de seus cotidianos docentes, demonstram uma formação profissional cidadã, crítica e garantidora de direitos.

O diálogo com a cultura aparece de forma mais explícita nos três últimos capítulos, levantando a reflexão sobre que corpos circulam e se sentem pertencentes aos espaços da rede federal, bem como sobre de que forma essa discussão se insere no campo dos Direitos Humanos.

Os Direitos Humanos aqui pensados não são universais ou estão garantidos, eles são fruto de uma luta diária feita por profissionais da educação que, assim como o poema, enquanto esperam a primavera, atravessam esse inverno sombrio e ausente de direitos em meio a tempestade de acusações e desqualificações.

Mas nessa espera, calejamos nossas mãos com a escrita, eis o nosso trabalho de arar a terra.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação