Marilene De Paula (Edit.) – Fundamentalismo Religioso E Estado Laico

Nos dias 12 e 13 de novembro de 2013, ativistas, pesquisadores e representantes de ONGs e de instituições religiosas se reuniram para debater a visibilidade crescente de um discurso e prática fundamentalista religiosa que tem gerado impactos negativos no campo político e no campo social.
O Acordo Brasil-Vaticano legitimando o poder da Igreja Católica, o incremento de casos de intolerância religiosa contra as religiões de matriz africana, o uso cada vez maior do discurso religioso como ferramenta política eleitoral, a ofensiva de representantes da bancada religiosa no Congresso aos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres e o discurso de ódio contra LGBTs têm se mostrado elementos importantes para pensarmos nas contradições do Estado laico brasileiro. Esse cenário aponta para o recrudescimento de um discurso e de um imaginário conservador fundamentalista que pune e coloca à margem aqueles e aquelas que não se encaixam em definições preconcebidas de moral e respeito e com impactos no campo das políticas públicas.


Deixe uma resposta

Marilene De Paula (Edit.) – Fundamentalismo Religioso E Estado Laico

Nos dias 12 e 13 de novembro de 2013, ativistas, pesquisadores e representantes de ONGs e de instituições religiosas se reuniram para debater a visibilidade crescente de um discurso e prática fundamentalista religiosa que tem gerado impactos negativos no campo político e no campo social.
O Acordo Brasil-Vaticano legitimando o poder da Igreja Católica, o incremento de casos de intolerância religiosa contra as religiões de matriz africana, o uso cada vez maior do discurso religioso como ferramenta política eleitoral, a ofensiva de representantes da bancada religiosa no Congresso aos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres e o discurso de ódio contra LGBTs têm se mostrado elementos importantes para pensarmos nas contradições do Estado laico brasileiro. Esse cenário aponta para o recrudescimento de um discurso e de um imaginário conservador fundamentalista que pune e coloca à margem aqueles e aquelas que não se encaixam em definições preconcebidas de moral e respeito e com impactos no campo das políticas públicas.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação