Maria Elisa Noronha De Sá (Org.) – História Intelectual Latino-Americana

Este livro reúne os textos apresentados no Seminário História intelectual latino-americana: itinerários, debates e perspectivas ocorrido na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (puc–Rio), em junho de 2016. O seminário foi organizado como parte das atividades desenvolvidas no âmbito do projeto “Intelectuais e a constituição de um novo vocabulário político na América Ibérica no século xix”, com financiamento do Programa Jovem Cientista do Nosso Estado (jcne) da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), de agosto de 2013 a agosto de 2016.
Este projeto de pesquisa insere-se no campo da história intelectual e teve como tema geral o estudo comparativo entre o pensamento de alguns intelectuais considerados autores e atores privilegiados nos processos de independência e na construção dos estados nacionais na América Ibérica ao longo do século XIX. O objetivo foi analisar como determinadas ideias, palavras e conceitos foram criados e/ou ressignificados neste momento de construção de novas identidades nacionais e continentais, constituindo um novo vocabulário político no mundo ibero-americano. Um vocabulário em boa medida comum ao mundo atlântico, mas que apresentou, historicamente, em função das circunstâncias políticas e sociais peculiares de cada área e de cada país, modalidades às vezes fortemente diversas de entender as práticas, categorias e instituições da vida política.


Deixe uma resposta

Maria Elisa Noronha De Sá (Org.) – História Intelectual Latino-Americana

Este livro reúne os textos apresentados no Seminário História intelectual latino-americana: itinerários, debates e perspectivas ocorrido na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (puc--Rio), em junho de 2016. O seminário foi organizado como parte das atividades desenvolvidas no âmbito do projeto “Intelectuais e a constituição de um novo vocabulário político na América Ibérica no século xix”, com financiamento do Programa Jovem Cientista do Nosso Estado (jcne) da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), de agosto de 2013 a agosto de 2016.
Este projeto de pesquisa insere-se no campo da história intelectual e teve como tema geral o estudo comparativo entre o pensamento de alguns intelectuais considerados autores e atores privilegiados nos processos de independência e na construção dos estados nacionais na América Ibérica ao longo do século XIX. O objetivo foi analisar como determinadas ideias, palavras e conceitos foram criados e/ou ressignificados neste momento de construção de novas identidades nacionais e continentais, constituindo um novo vocabulário político no mundo ibero-americano. Um vocabulário em boa medida comum ao mundo atlântico, mas que apresentou, historicamente, em função das circunstâncias políticas e sociais peculiares de cada área e de cada país, modalidades às vezes fortemente diversas de entender as práticas, categorias e instituições da vida política.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação