Marcos Favero & Gabriel Duarte (Orgs.) – Linhas Expandidas: Urbanismos De Fronteira: Brasil, Uruguai E Argentina

Muitas vezes, vemos os grandes centros metropolitanos ocuparem o lugar de objeto de estudo em pesquisas geográficas ou arquitetônicas, enquanto o interior vem sido mantido à margem das análises. Linhas Expandidas, organizado por Marcos Favero e Gabriel Duarte, coloca o interior do continente num lugar digno de investigação, analisando o pampa e as dinâmicas urbanas do continente sul-americano.
Um vasto território rural marcado pela figura do gaúcho está, hoje, fragmentado por fronteiras geopolíticas artificiais que definem os limites entre Brasil, Uruguai e Argentina. A obra confronta o conflito espacial entre o cultural, o econômico e as ecologias naturais, e sua resistência aos limites fronteiriços de cada nação.
Linhas expandidas reconceitualiza a noção de urbano no contexto do vasto território transnacional, e instrumentaliza a ação de projeto por meio da multiplicidade de escalas e contextos espaciais a fim de contribuir para esta forma emergente de urbanidade.
O livro busca estabelecer ligações institucionais para além das fronteiras nacionais, apresentando vozes que representam a América como um todo, e, sobretudo, apresenta um olhar interessante e necessário frente a um território no qual a ação de projeto deve governar.


Deixe uma resposta

Marcos Favero & Gabriel Duarte (Orgs.) – Linhas Expandidas: Urbanismos De Fronteira: Brasil, Uruguai E Argentina

Muitas vezes, vemos os grandes centros metropolitanos ocuparem o lugar de objeto de estudo em pesquisas geográficas ou arquitetônicas, enquanto o interior vem sido mantido à margem das análises. Linhas Expandidas, organizado por Marcos Favero e Gabriel Duarte, coloca o interior do continente num lugar digno de investigação, analisando o pampa e as dinâmicas urbanas do continente sul-americano.
Um vasto território rural marcado pela figura do gaúcho está, hoje, fragmentado por fronteiras geopolíticas artificiais que definem os limites entre Brasil, Uruguai e Argentina. A obra confronta o conflito espacial entre o cultural, o econômico e as ecologias naturais, e sua resistência aos limites fronteiriços de cada nação.
Linhas expandidas reconceitualiza a noção de urbano no contexto do vasto território transnacional, e instrumentaliza a ação de projeto por meio da multiplicidade de escalas e contextos espaciais a fim de contribuir para esta forma emergente de urbanidade.
O livro busca estabelecer ligações institucionais para além das fronteiras nacionais, apresentando vozes que representam a América como um todo, e, sobretudo, apresenta um olhar interessante e necessário frente a um território no qual a ação de projeto deve governar.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação