José Celso Cardoso Jr. & Outros (Orgs.) – Assédio Institucional No Brasil

Assédio Institucional No Brasil se propõe a ser um instrumento de reflexão crítica sobre os descaminhos recentes da sociedade brasileira.

José Celso Cardoso Jr., Frederico A. Barbosa Da Silva, Monique Florencio De Aguiar & Tatiana Lemos Sandim (Orgs.) – Assédio Institucional No Brasil: Avanço Do Autoritarismo E Desconstrução Do Estado

Este livro nasceu de inquietações, angústias e medos. O assédio institucional no setor público brasileiro, fenômeno novo e perturbador – presente com força desde o golpe de 2016 e hoje largamente disseminado pelo governo Bolsonaro, mormente em âmbito federal – é o conceito, o mote e a expressão por nós utilizada neste livro para caracterizar esse processo virulento e insidioso de avanço simultâneo:
(I) do liberalismo fundamentalista (vale dizer: antinacional, antipopular e antidesenvolvimento) e do autoritarismo que necessariamente o acompanha,
(II) dos ataques diuturnos ao que ainda resta da CF-1988 e, ao fim e ao cabo,
(III) da desconstrução do Estado nacional, suas organizações, institucionalidades, políticas e servidores públicos.

Neste sentido, Assédio Institucional No Brasil pode ser visto, ao mesmo tempo, como registro teórico e empírico acerca do assédio institucional, aqui entendido como técnica ou método deste governo para levar a cabo, cotidianamente, os seus intentos político-ideológicos, mas também como comprovação fática dos seus malfeitos e crimes contra a administração pública federal, servidores públicos e contra a população em geral.

Tudo somado, trata-se, portanto, de um livro-denúncia, que torna público e notório os processos concretos – e algumas de suas mais graves consequências e implicações – por meio dos quais o governo Bolsonaro – e o bolsonarismo que o engendra – precisam ser barrados.

Barrados nas urnas, nas ruas, nas casas e nas organizações, sob o risco de, em conseguindo fazer avançar seus métodos fascistas e objetivos de destruição, colocar em perigo a tênue unidade social e territorial brasileira, bem como em modo irreversível as chances de enfrentamento coerente e eficaz das mazelas que deixarão pelo caminho.

Para tanto, Assédio Institucional No Brasil se propõe a ser um instrumento de luta coletiva e de reflexão crítica sobre os descaminhos recentes da sociedade brasileira, que ao viabilizar, política e eleitoralmente, o bolsonarismo e suas consequências, acaba por plantar em chão fértil as sementes de sua própria aniquilação.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

José Celso Cardoso Jr. & Outros (Orgs.) – Assédio Institucional No Brasil

Assédio Institucional No Brasil se propõe a ser um instrumento de reflexão crítica sobre os descaminhos recentes da sociedade brasileira.

José Celso Cardoso Jr., Frederico A. Barbosa Da Silva, Monique Florencio De Aguiar & Tatiana Lemos Sandim (Orgs.) - Assédio Institucional No Brasil: Avanço Do Autoritarismo E Desconstrução Do Estado

Este livro nasceu de inquietações, angústias e medos. O assédio institucional no setor público brasileiro, fenômeno novo e perturbador – presente com força desde o golpe de 2016 e hoje largamente disseminado pelo governo Bolsonaro, mormente em âmbito federal – é o conceito, o mote e a expressão por nós utilizada neste livro para caracterizar esse processo virulento e insidioso de avanço simultâneo:
(I) do liberalismo fundamentalista (vale dizer: antinacional, antipopular e antidesenvolvimento) e do autoritarismo que necessariamente o acompanha,
(II) dos ataques diuturnos ao que ainda resta da CF-1988 e, ao fim e ao cabo,
(III) da desconstrução do Estado nacional, suas organizações, institucionalidades, políticas e servidores públicos.

Neste sentido, Assédio Institucional No Brasil pode ser visto, ao mesmo tempo, como registro teórico e empírico acerca do assédio institucional, aqui entendido como técnica ou método deste governo para levar a cabo, cotidianamente, os seus intentos político-ideológicos, mas também como comprovação fática dos seus malfeitos e crimes contra a administração pública federal, servidores públicos e contra a população em geral.

Tudo somado, trata-se, portanto, de um livro-denúncia, que torna público e notório os processos concretos – e algumas de suas mais graves consequências e implicações – por meio dos quais o governo Bolsonaro – e o bolsonarismo que o engendra – precisam ser barrados.

Barrados nas urnas, nas ruas, nas casas e nas organizações, sob o risco de, em conseguindo fazer avançar seus métodos fascistas e objetivos de destruição, colocar em perigo a tênue unidade social e territorial brasileira, bem como em modo irreversível as chances de enfrentamento coerente e eficaz das mazelas que deixarão pelo caminho.

Para tanto, Assédio Institucional No Brasil se propõe a ser um instrumento de luta coletiva e de reflexão crítica sobre os descaminhos recentes da sociedade brasileira, que ao viabilizar, política e eleitoralmente, o bolsonarismo e suas consequências, acaba por plantar em chão fértil as sementes de sua própria aniquilação.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação