Henry Miller – Pesadelo Refrigerado

Em 1939, depois de dez anos na Europa, onde escreveu quase 40 obras, Henry Miller volta aos Estados Unidos e faz uma viagem de três anos pela entranhas do país. Logo percebe que algo vai mal: ‘Em mil anos de guerra quase incessante, a Europa não perdeu o que nós perdemos em cem anos de ‘paz e progresso’. […] As exceções à regra – e o contraste é abismal – são os artistas, e por artistas quero dizer os criadores’. É o relato dessa viagem, com suas decepções, descobertas, amizades e contatos com mecânicos de automóveis, excêntricos construtores de pirâmides e artistas de vários tipos, uma cultura de carros e quinquilharias ao alcance de todos, de desinformação e preconceito, que constitui Pesadelo Refrigerado.


Deixe uma resposta

Henry Miller – Pesadelo Refrigerado

Em 1939, depois de dez anos na Europa, onde escreveu quase 40 obras, Henry Miller volta aos Estados Unidos e faz uma viagem de três anos pela entranhas do país. Logo percebe que algo vai mal: 'Em mil anos de guerra quase incessante, a Europa não perdeu o que nós perdemos em cem anos de 'paz e progresso'. [...] As exceções à regra - e o contraste é abismal - são os artistas, e por artistas quero dizer os criadores'. É o relato dessa viagem, com suas decepções, descobertas, amizades e contatos com mecânicos de automóveis, excêntricos construtores de pirâmides e artistas de vários tipos, uma cultura de carros e quinquilharias ao alcance de todos, de desinformação e preconceito, que constitui Pesadelo Refrigerado.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação