Helena Lopes Da Silva & José Antônio Baeta Zille (Orgs.) – Música E Educação

Música E Educação apresenta pensamentos atuais da área acerca dos sentidos, caminhos e desafios do ensino de música em diferentes espaços.

Helena Lopes Da Silva & José Antônio Baeta Zille (Orgs.) – Música E Educação: Série Diálogos Com O Som Vol. II

Ao ser convidada para organizar o livro Música E Educação, segundo volume da Série Diálogos Com O Som, imediatamente me pus a pensar sobre as temáticas que vêm ocupando o centro das discussões da área na atualidade. Confesso que foi uma tarefa complexa devido à amplitude da área e à multiplicidade de pensamentos, concepções e possibilidades que a educação musical comporta.

Nesse sentido, foi preciso fazer escolhas. Reuni, em uma mesma publicação, representantes da América Latina e do Brasil que atuam em diferentes contextos profissionais e subáreas da Música, acreditando que a educação musical é um campo plural e, portanto, precisa se abrir ao diálogo com diferentes perspectivas musicais, educacionais e culturais.

Música E Educação apresenta um panorama de pensamentos atuais e prospectivos da área acerca dos sentidos, caminhos e desafios do ensino de música em diferentes espaços, bem como acerca da formação dos profissionais que atuam ou atuarão neles. Creio que pensar a educação musical, hoje, seja justamente aceitar a diversidade de pensamentos, práticas e concepções de ensino.

Encontramo-nos em um momento no qual as diferenças precisam ser compreendidas e legitimadas para que possamos, de fato, dialogar e construir espaços e propostas significativas de educação musical.

Ao sugerir os temas que compõem Música E Educação para os autores convidados, imaginei que dialogaríamos a partir de perspectivas bastante diferentes. Acredito que minha intuição não tenha falhado. Conseguimos reunir textos que tratam da educação musical a partir de diferentes possibilidades dialógicas, isto é, concepções que partem da música para a educação e da educação para a música.

Embora sejam caminhos diferentes – uns mais apoiados nas proposições metodológicas do ensino de música, no qual a música torna-se o foco central, outros, nas questões sociais relacionadas aos diferentes sentidos que a música possa exercer dentro de um contexto sociocultural –, não se excluem, pelo contrário, se completam. As duas perspectivas estão intrinsecamente relacionadas, uma vez que estamos tratando de pessoas, músicas e contextos de ensino e aprendizagem.


Deixe uma resposta

Helena Lopes Da Silva & José Antônio Baeta Zille (Orgs.) – Música E Educação

Música E Educação apresenta pensamentos atuais da área acerca dos sentidos, caminhos e desafios do ensino de música em diferentes espaços.

Helena Lopes Da Silva & José Antônio Baeta Zille (Orgs.) - Música E Educação: Série Diálogos Com O Som Vol. II

Ao ser convidada para organizar o livro Música E Educação, segundo volume da Série Diálogos Com O Som, imediatamente me pus a pensar sobre as temáticas que vêm ocupando o centro das discussões da área na atualidade. Confesso que foi uma tarefa complexa devido à amplitude da área e à multiplicidade de pensamentos, concepções e possibilidades que a educação musical comporta.

Nesse sentido, foi preciso fazer escolhas. Reuni, em uma mesma publicação, representantes da América Latina e do Brasil que atuam em diferentes contextos profissionais e subáreas da Música, acreditando que a educação musical é um campo plural e, portanto, precisa se abrir ao diálogo com diferentes perspectivas musicais, educacionais e culturais.

Música E Educação apresenta um panorama de pensamentos atuais e prospectivos da área acerca dos sentidos, caminhos e desafios do ensino de música em diferentes espaços, bem como acerca da formação dos profissionais que atuam ou atuarão neles. Creio que pensar a educação musical, hoje, seja justamente aceitar a diversidade de pensamentos, práticas e concepções de ensino.

Encontramo-nos em um momento no qual as diferenças precisam ser compreendidas e legitimadas para que possamos, de fato, dialogar e construir espaços e propostas significativas de educação musical.

Ao sugerir os temas que compõem Música E Educação para os autores convidados, imaginei que dialogaríamos a partir de perspectivas bastante diferentes. Acredito que minha intuição não tenha falhado. Conseguimos reunir textos que tratam da educação musical a partir de diferentes possibilidades dialógicas, isto é, concepções que partem da música para a educação e da educação para a música.

Embora sejam caminhos diferentes – uns mais apoiados nas proposições metodológicas do ensino de música, no qual a música torna-se o foco central, outros, nas questões sociais relacionadas aos diferentes sentidos que a música possa exercer dentro de um contexto sociocultural –, não se excluem, pelo contrário, se completam. As duas perspectivas estão intrinsecamente relacionadas, uma vez que estamos tratando de pessoas, músicas e contextos de ensino e aprendizagem.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação