A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima

A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima é uma contribuição significativa para a área de Relações Internacionais no Brasil.

A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima é uma contribuição significativa para a área de Relações Internacionais no Brasil.

Discorrendo com maturidade intelectual e elegância, o tema elegido pelo autor nos convida para um passeio interdisciplinar entre o local e o global; o teórico e o metodológico; os conceitos e os sentidos, tudo isso de uma maneira objetiva, clara e com rigor científico irrepreensíveis.

Tendo como cenário principal a Tríplice Fronteira entre Brasil, Venezuela e República Cooperativista da Guyana, A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima reflete sobre o papel da imprensa como construtor dos sentidos e das impressões que carregamos acerca das relações multilaterais.

O brilhantismo do texto se encontra justamente na forma em que o autor realiza sua análise: coloca para dialogar a teoria construtivista das Relações Internacionais com o corpus da Análise de Discurso, especificamente da Escola Francesa, do campo da Linguística.

Ao fazer essa análise, o autor consegue diluir umas das principais críticas feitas às pesquisas que se baseiam nas teorias pós-positivistas das Relações Internacionais: a de que elas não possuem êxito metodológico-científico.

Devemos celebrar, portanto, essa tentativa de apresentar aos leitores uma obra exitosa ao equilibrar a tríade tema, metodologia e teoria dentro da proposta das novas abordagens do pensamento internacionalista.

O desafio não é fácil, sobretudo quando o conhecimento produzido se baseia na fronteira norte da América do Sul, uma região que começa agora a receber atenção nos estudos da Relações Internacionais do Brasil.

O resultado é uma obra inédita que apresenta ao leitor um pouco dos principais acontecimentos fronteiriços que abalaram as relações multilaterais entre Brasil, Venezuela e República Cooperativista da Guyana em um passado recente, como por exemplo: a construção da ponte sobre o Rio Tacutu, que integrou fisicamente, em 2008, Brasil e República Cooperativista da Guyana; A demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, situada na região fronteiriça e a solicitação de entrada da Venezuela no Mercosul.

Baixe os outros volume da coleção aqui.

Links para Download

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Mais Lidos

Blog

A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima

A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima é uma contribuição significativa para a área de Relações Internacionais no Brasil.

A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima é uma contribuição significativa para a área de Relações Internacionais no Brasil.

Discorrendo com maturidade intelectual e elegância, o tema elegido pelo autor nos convida para um passeio interdisciplinar entre o local e o global; o teórico e o metodológico; os conceitos e os sentidos, tudo isso de uma maneira objetiva, clara e com rigor científico irrepreensíveis.

Tendo como cenário principal a Tríplice Fronteira entre Brasil, Venezuela e República Cooperativista da Guyana, A Construção Da Fronteira Na Mídia Impressa De Roraima reflete sobre o papel da imprensa como construtor dos sentidos e das impressões que carregamos acerca das relações multilaterais.

O brilhantismo do texto se encontra justamente na forma em que o autor realiza sua análise: coloca para dialogar a teoria construtivista das Relações Internacionais com o corpus da Análise de Discurso, especificamente da Escola Francesa, do campo da Linguística.

Ao fazer essa análise, o autor consegue diluir umas das principais críticas feitas às pesquisas que se baseiam nas teorias pós-positivistas das Relações Internacionais: a de que elas não possuem êxito metodológico-científico.

Devemos celebrar, portanto, essa tentativa de apresentar aos leitores uma obra exitosa ao equilibrar a tríade tema, metodologia e teoria dentro da proposta das novas abordagens do pensamento internacionalista.

O desafio não é fácil, sobretudo quando o conhecimento produzido se baseia na fronteira norte da América do Sul, uma região que começa agora a receber atenção nos estudos da Relações Internacionais do Brasil.

O resultado é uma obra inédita que apresenta ao leitor um pouco dos principais acontecimentos fronteiriços que abalaram as relações multilaterais entre Brasil, Venezuela e República Cooperativista da Guyana em um passado recente, como por exemplo: a construção da ponte sobre o Rio Tacutu, que integrou fisicamente, em 2008, Brasil e República Cooperativista da Guyana; A demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, situada na região fronteiriça e a solicitação de entrada da Venezuela no Mercosul.

Baixe os outros volume da coleção aqui.

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Pesquisar

Mais Lidos

Blog