Gloria Moura (Org.) – Estórias Quilombolas

Desde os mais remotos tempos da humanidade, a “contação” de estórias constitui um poderoso meio de transmissão de conhecimento. Nas culturas tradicionais, as estórias informam e formam as futuras gerações. Relatam um passado de luta, de adversidade, de resistência dos nossos ancestrais. Contadas nos mais diversos espaços e ambientes, as estórias constituem um poderoso meio de difusão e perpetuação de conhecimentos, valores e crenças. A assombração da Gema da Bahia, O tambor de Mina, São José e Nossa Senhora em Congonhas do Campo, Oxum e a cura da tia Maria da Fé, O Maçambique, O homem que virava onça constituem importantes seres, cenários e cenas de histórias contadas e ouvidas em quilombos.
Você já foi a um Quilombo?

 


Deixe uma resposta

Gloria Moura (Org.) – Estórias Quilombolas

Desde os mais remotos tempos da humanidade, a “contação” de estórias constitui um poderoso meio de transmissão de conhecimento. Nas culturas tradicionais, as estórias informam e formam as futuras gerações. Relatam um passado de luta, de adversidade, de resistência dos nossos ancestrais. Contadas nos mais diversos espaços e ambientes, as estórias constituem um poderoso meio de difusão e perpetuação de conhecimentos, valores e crenças. A assombração da Gema da Bahia, O tambor de Mina, São José e Nossa Senhora em Congonhas do Campo, Oxum e a cura da tia Maria da Fé, O Maçambique, O homem que virava onça constituem importantes seres, cenários e cenas de histórias contadas e ouvidas em quilombos.
Você já foi a um Quilombo?

 


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação