Gelson Weschenfelder – Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula?

O que Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula? propõe é utilizar objetos da cultura midiática como ferramenta educacional.

Gelson Weschenfelder – Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula? Os Super-Heróis Invadem A Escola

Paulo Freire alfabetizou adultos em apenas 45 dias, fundamentado na construção de aprendizagens a partir do universo desses. Ensinou a partir da realidade, utilizando objetos do seu dia a dia como materiais didáticos.

A metodologia freireana utilizava a bagagem cultural de cada indivíduo e transformava em conhecimento. Assim, a assimilação de conhecimento era muito maior, conseguindo em tempo recorde alfabetizá-los.

O que Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula? propõe é praticamente a mesma coisa. Porém, é utilizar objetos da cultura midiática como ferramenta educacional. É notório o gigantesco consumo de filmes, séries, games e histórias em quadrinhos, entre outros produtos. O impacto econômico dessas produções é estrondoso. Dificilmente alguém não consegue algum tipo desses produtos mencionados. Ainda mais jovens esses que estão em sala de aula em todo o país.

Mas o que o profissional na área de educação ganha, utilizando estas produções em sala de aula?

Bom, primeiramente a atenção e o interesse dos alunos. Mas não vamos parar por aí. A maioria destas produções traz em seus contextos questões que são utilizados em sala de aula. Temas ligados às ciências humanas, da natureza, linguagens e matemáticas. Imagine você, professor, falando sobre representatividade, ciências, mutação e tantos outros temas educacionais.

Agora, imagine você falando sobre o mesmo assunto após ler uma história em quadrinhos, de assistir um filme ou mesmo uma série de TV de super-heróis. Suas aulas chamarão a atenção dos alunos e terão uma maior assimilação de conhecimento. Mas por quê? Porque terá um professor entendendo o conteúdo e realizando uma mediação cultural em sala de aula.

Além do mais, estas produções estão recheadas de temas falando sobre pluralidade cultural, ética e cidadania, meio-ambiente, questões de representatividade de gênero, relações étnico-raciais, entre outros. Assuntos esses que estão nos Temas Contemporâneos Transversais (TCT’s) da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), estas que procuram formar o aluno como um cidadão completo.

O que estou falando aqui é um resumo das possibilidades que podem ocorrer em um ambiente escolar, utilizando as produções midiáticas. O céu é o limite.

“Ao infinito e além”.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Gelson Weschenfelder – Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula?

O que Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula? propõe é utilizar objetos da cultura midiática como ferramenta educacional.

Gelson Weschenfelder - Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula? Os Super-Heróis Invadem A Escola

Paulo Freire alfabetizou adultos em apenas 45 dias, fundamentado na construção de aprendizagens a partir do universo desses. Ensinou a partir da realidade, utilizando objetos do seu dia a dia como materiais didáticos.

A metodologia freireana utilizava a bagagem cultural de cada indivíduo e transformava em conhecimento. Assim, a assimilação de conhecimento era muito maior, conseguindo em tempo recorde alfabetizá-los.

O que Vamos Usar Quadrinhos Em Sala De Aula? propõe é praticamente a mesma coisa. Porém, é utilizar objetos da cultura midiática como ferramenta educacional. É notório o gigantesco consumo de filmes, séries, games e histórias em quadrinhos, entre outros produtos. O impacto econômico dessas produções é estrondoso. Dificilmente alguém não consegue algum tipo desses produtos mencionados. Ainda mais jovens esses que estão em sala de aula em todo o país.

Mas o que o profissional na área de educação ganha, utilizando estas produções em sala de aula?

Bom, primeiramente a atenção e o interesse dos alunos. Mas não vamos parar por aí. A maioria destas produções traz em seus contextos questões que são utilizados em sala de aula. Temas ligados às ciências humanas, da natureza, linguagens e matemáticas. Imagine você, professor, falando sobre representatividade, ciências, mutação e tantos outros temas educacionais.

Agora, imagine você falando sobre o mesmo assunto após ler uma história em quadrinhos, de assistir um filme ou mesmo uma série de TV de super-heróis. Suas aulas chamarão a atenção dos alunos e terão uma maior assimilação de conhecimento. Mas por quê? Porque terá um professor entendendo o conteúdo e realizando uma mediação cultural em sala de aula.

Além do mais, estas produções estão recheadas de temas falando sobre pluralidade cultural, ética e cidadania, meio-ambiente, questões de representatividade de gênero, relações étnico-raciais, entre outros. Assuntos esses que estão nos Temas Contemporâneos Transversais (TCT’s) da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), estas que procuram formar o aluno como um cidadão completo.

O que estou falando aqui é um resumo das possibilidades que podem ocorrer em um ambiente escolar, utilizando as produções midiáticas. O céu é o limite.

“Ao infinito e além”.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação