Francisco Luiz Corsi, José Marangoni Camargo & Agnaldo Dos Santos (Orgs.) – Os Dilemas Atuais Do Brasil E Da América Latina

Os artigos presentes neste livro são fruto das discussões do XV Fórum de Analise de Conjuntura, organizado pelo Grupo de Pesquisa Estudos da Globalização e ocorrido entre 16 e 18 de novembro de 2015 na Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) da Universidade Estadual Paulista (UNESP). Abordaram a conjuntura econômica e política dos principais países da América Latina, com especial atenção ao Brasil, que vive complexa crise econômica e política. Em termos mais gerais, os temas do desemprego, do meio ambiente, da desigualdade social, do acesso a serviços públicos universais, das estratégias de desenvolvimento e inserção na economia mundial, do grau de autonomia dos Estados nacionais de levar a cabo políticas econômicas voltadas para o atendimento das demandas sociais e o crescimento sustentado ante aos interesses financeiros dominantes, do esgarçamento das formas de vida, de fazer política e de organização econômica foram os pontos discutidos no Fórum de Conjuntura. O capital, embora abalado pela crise, busca responder os graves problemas de valorização que enfrenta, sobretudo devido a existência de uma massa enorme de capital fictício, por meio da intensificação da exploração do trabalho. Isto significa aprofundar a precarização das condições de trabalho, reduzir os salários e as aposentadorias, reduzir os gastos com programas sociais (educação, saúde, moradia, saneamento etc.), concentrar ainda mais a renda e cortar os direitos sociais e trabalhistas. Apesar da resistência das classes populares, que até o momento não têm logrado sucesso em sua luta, esta saída tem sido implementada em toda parte sob a égide do neoliberalismo. Seja na Europa, onde a Grécia é um caso exemplar, seja na América Latina.


Deixe uma resposta

Francisco Luiz Corsi, José Marangoni Camargo & Agnaldo Dos Santos (Orgs.) – Os Dilemas Atuais Do Brasil E Da América Latina

Os artigos presentes neste livro são fruto das discussões do XV Fórum de Analise de Conjuntura, organizado pelo Grupo de Pesquisa Estudos da Globalização e ocorrido entre 16 e 18 de novembro de 2015 na Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) da Universidade Estadual Paulista (UNESP). Abordaram a conjuntura econômica e política dos principais países da América Latina, com especial atenção ao Brasil, que vive complexa crise econômica e política. Em termos mais gerais, os temas do desemprego, do meio ambiente, da desigualdade social, do acesso a serviços públicos universais, das estratégias de desenvolvimento e inserção na economia mundial, do grau de autonomia dos Estados nacionais de levar a cabo políticas econômicas voltadas para o atendimento das demandas sociais e o crescimento sustentado ante aos interesses financeiros dominantes, do esgarçamento das formas de vida, de fazer política e de organização econômica foram os pontos discutidos no Fórum de Conjuntura. O capital, embora abalado pela crise, busca responder os graves problemas de valorização que enfrenta, sobretudo devido a existência de uma massa enorme de capital fictício, por meio da intensificação da exploração do trabalho. Isto significa aprofundar a precarização das condições de trabalho, reduzir os salários e as aposentadorias, reduzir os gastos com programas sociais (educação, saúde, moradia, saneamento etc.), concentrar ainda mais a renda e cortar os direitos sociais e trabalhistas. Apesar da resistência das classes populares, que até o momento não têm logrado sucesso em sua luta, esta saída tem sido implementada em toda parte sob a égide do neoliberalismo. Seja na Europa, onde a Grécia é um caso exemplar, seja na América Latina.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação