Em Defesa Do Socialismo

Fernando Haddad - Em Defesa Do Socialismo: Por Ocasião Dos 150 Anos Do Manifesto

Fernando Haddad é um estudioso do marxismo. Graduado em direito pela Universidade de São Paulo (USP), fez mestrado em economia pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP com a dissertação "O caráter socioeconômico do sistema soviético", em 1990.

Para escrevê-la, foi aluno visitante da McGill University, no Canadá, em 1989. O doutorado em filosofia foi obtido na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, com a tese "De Marx a Habermas - O materialismo histórico e seu paradigma adequado", em 1996.

A dissertação foi motivada, segundo Haddad, pelos acontecimentos do bloco comunista no começo dos anos 90, que "recolocaram a questão de qual seria (ou teria sido) o caráter social do sistema soviético".

Haddad afirma que decidiu apresentar "interpretação alternativa do fenômeno soviético". "Não só pode-se considerar progressista o sistema soviético em relação ao estágio precedente, qual seja, o modo asiático de produção desfigurado pelo imperialismo, como deve-se considerar progressista o modo capitalista em relação ao sistema soviético", resume a dissertação.

Professor licenciado do Departamento de Ciência Política da USP, onde ensina teoria política, Haddad publicou quatro livros: "O sistema soviético - Relato de uma polêmica", em 1992; "Desorganizando o consenso", em 1998; "Em defesa do socialismo" (Vozes), em 1998; e "Sindicalismo, cooperativismo e socialismo", em 2003.

No volume Em Defesa Do Socialismo, Haddad propõe, segundo o professor Paul Singer, que assina a orelha do livro, "um diagnóstico do capitalismo atual, que chama de "superindustrial"; desenvolve nova teoria das classes (...), distinguindo a classe proprietária e três não-proprietárias; analisa inter-relacionamentos das classes para propor uma estratégia de luta pelo socialismo que possa unir as classes não-proprietárias".

"O projeto socialista, nos dias que correm, aparece como algo mesquinho, fruto do ressentimento, que pretende tirar a liberdade dos mais capazes. Um exame mais atento da sociedade capitalista revela, entretanto, uma realidade oposta da apregoada", afirma Haddad na página 38 do livro, que está esgotado.

Ter escrito Em Defesa Do Socialismo não impediu Haddad de ter sido analista do Unibanco, atividade listada no seu currículo. Ele foi consultor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e chefe de gabinete da Secretaria de Finanças e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de São Paulo.

Antes de assumir o Ministério da Educação, era secretário-executivo da pasta. De perfil acadêmico, Haddad é visto no PT, ao qual é filiado, como "de esquerda demais nas ideias, tucano demais nas ações".

Links para Download

pdf.jpg
Clique para
Baixar o PDF

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

20 respostas

  1. Vocês por um acaso teriam o “Desorganizando o Consenso” para disponibilizar? Fico no aguardo da resposta.

    Att,

    Franco William.

    1. Bom dia Franco William!
      Infelizmente não tenho este livro digital. Dei uma procurada na internet, e não achei nenhuma referência de ter sido digitalizado.
      Fico te devendo.

    1. O livro está completo, basta verificar pela numeração das páginas. As que estão em branco, 58 e 66, servem para manter a arrumação do livro, que sempre começa os capítulos em uma página ímpar. Nas páginas anteriores, 57 e 65, o texto acaba antes do final da página, pois o capitulo tem seu final.
      Para qualquer dúvida, o livro físico é uma boa opção.

  2. Olá Eder ! Infelizmente o download não funciona .. não poderia enviar por email ou disponibilizar em outra plataforma ??? Obrigado

    1. Não se afobe em baixar. Foi “atualizado” dia 18/10/18 ou seja, hj, com certeza o conteúdo que não convém foi editado

      1. O arquivo do libgen foi adicionado no dia 16/10, às 00:42:04, e modificado na mesma hora (informação contida na própria página: https://libgen.io/book/index.php?md5=FF9964982CD1E4019F281F4AD715BE2E). O do Mega, foi upado dia 17/10, às 14:26, e não consta nenhuma modificação.
        No arquivo PDF, não verifiquei nenhum sinal de edição e está completo.
        Não precisa de afobação para baixar. Mesmo que derrubem o link, é só pedir que conserto, como sempre faço com os outros livros.
        Para qualquer dúvida, o livro físico é uma boa opção.

      2. Seu candidato está doido para atualizar a facada, pois, está caindo nas pesquisas… rsrsrsrsrrss

    1. Oi Eder,
      O arquivo não foi excluído em nenhum momento. O que pode ter acontecido, é que, o site provedor, Library Genesis, as vezes fica sobrecarregado. Acabei de testar, e está OK.
      Boa leitura!

      1. Com licença, “o que pode ter acontecido /,/ é que /,/ o site provedor, Library Genesis, /às/ vezes, foca sobrecarregado. Acabei de testar/,/ e está OK.” – não tem vírgulas entre / / – às vezes tem crase e vírgula – se precisarem de revisor, me avisem.

          1. O arquivo não foi excluído em nenhum momento. O que pode ter acontecido é que o site provedor, Library Genesis, às vezes fica sobrecarregado. Acabei de testar e está OK.
            OK?

Deixe seu comentário

Mais Lidos

Blog

Em Defesa Do Socialismo

Fernando Haddad – Em Defesa Do Socialismo: Por Ocasião Dos 150 Anos Do Manifesto

Fernando Haddad é um estudioso do marxismo. Graduado em direito pela Universidade de São Paulo (USP), fez mestrado em economia pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP com a dissertação “O caráter socioeconômico do sistema soviético”, em 1990.

Para escrevê-la, foi aluno visitante da McGill University, no Canadá, em 1989. O doutorado em filosofia foi obtido na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, com a tese “De Marx a Habermas – O materialismo histórico e seu paradigma adequado”, em 1996.

A dissertação foi motivada, segundo Haddad, pelos acontecimentos do bloco comunista no começo dos anos 90, que “recolocaram a questão de qual seria (ou teria sido) o caráter social do sistema soviético”.

Haddad afirma que decidiu apresentar “interpretação alternativa do fenômeno soviético”. “Não só pode-se considerar progressista o sistema soviético em relação ao estágio precedente, qual seja, o modo asiático de produção desfigurado pelo imperialismo, como deve-se considerar progressista o modo capitalista em relação ao sistema soviético”, resume a dissertação.

Professor licenciado do Departamento de Ciência Política da USP, onde ensina teoria política, Haddad publicou quatro livros: “O sistema soviético – Relato de uma polêmica”, em 1992; “Desorganizando o consenso”, em 1998; “Em defesa do socialismo” (Vozes), em 1998; e “Sindicalismo, cooperativismo e socialismo”, em 2003.

No volume Em Defesa Do Socialismo, Haddad propõe, segundo o professor Paul Singer, que assina a orelha do livro, “um diagnóstico do capitalismo atual, que chama de “superindustrial”; desenvolve nova teoria das classes (…), distinguindo a classe proprietária e três não-proprietárias; analisa inter-relacionamentos das classes para propor uma estratégia de luta pelo socialismo que possa unir as classes não-proprietárias”.

“O projeto socialista, nos dias que correm, aparece como algo mesquinho, fruto do ressentimento, que pretende tirar a liberdade dos mais capazes. Um exame mais atento da sociedade capitalista revela, entretanto, uma realidade oposta da apregoada”, afirma Haddad na página 38 do livro, que está esgotado.

Ter escrito Em Defesa Do Socialismo não impediu Haddad de ter sido analista do Unibanco, atividade listada no seu currículo. Ele foi consultor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e chefe de gabinete da Secretaria de Finanças e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de São Paulo.

Antes de assumir o Ministério da Educação, era secretário-executivo da pasta. De perfil acadêmico, Haddad é visto no PT, ao qual é filiado, como “de esquerda demais nas ideias, tucano demais nas ações”.

Clique para
Baixar o PDF
Clique para
Baixar o ePUB

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

20 respostas

  1. Vocês por um acaso teriam o “Desorganizando o Consenso” para disponibilizar? Fico no aguardo da resposta.

    Att,

    Franco William.

    1. Bom dia Franco William!
      Infelizmente não tenho este livro digital. Dei uma procurada na internet, e não achei nenhuma referência de ter sido digitalizado.
      Fico te devendo.

    1. O livro está completo, basta verificar pela numeração das páginas. As que estão em branco, 58 e 66, servem para manter a arrumação do livro, que sempre começa os capítulos em uma página ímpar. Nas páginas anteriores, 57 e 65, o texto acaba antes do final da página, pois o capitulo tem seu final.
      Para qualquer dúvida, o livro físico é uma boa opção.

  2. Olá Eder ! Infelizmente o download não funciona .. não poderia enviar por email ou disponibilizar em outra plataforma ??? Obrigado

    1. Não se afobe em baixar. Foi “atualizado” dia 18/10/18 ou seja, hj, com certeza o conteúdo que não convém foi editado

      1. O arquivo do libgen foi adicionado no dia 16/10, às 00:42:04, e modificado na mesma hora (informação contida na própria página: https://libgen.io/book/index.php?md5=FF9964982CD1E4019F281F4AD715BE2E). O do Mega, foi upado dia 17/10, às 14:26, e não consta nenhuma modificação.
        No arquivo PDF, não verifiquei nenhum sinal de edição e está completo.
        Não precisa de afobação para baixar. Mesmo que derrubem o link, é só pedir que conserto, como sempre faço com os outros livros.
        Para qualquer dúvida, o livro físico é uma boa opção.

      2. Seu candidato está doido para atualizar a facada, pois, está caindo nas pesquisas… rsrsrsrsrrss

    1. Oi Eder,
      O arquivo não foi excluído em nenhum momento. O que pode ter acontecido, é que, o site provedor, Library Genesis, as vezes fica sobrecarregado. Acabei de testar, e está OK.
      Boa leitura!

      1. Com licença, “o que pode ter acontecido /,/ é que /,/ o site provedor, Library Genesis, /às/ vezes, foca sobrecarregado. Acabei de testar/,/ e está OK.” – não tem vírgulas entre / / – às vezes tem crase e vírgula – se precisarem de revisor, me avisem.

          1. O arquivo não foi excluído em nenhum momento. O que pode ter acontecido é que o site provedor, Library Genesis, às vezes fica sobrecarregado. Acabei de testar e está OK.
            OK?

Deixe seu comentário

Pesquisar

Mais Lidos

Blog