Everton Fernando Pimenta & Outros (Orgs.) – Protestantismo Em Minas Gerais

A obra surgiu de reflexões que agregaram pesquisas sobre o protestantismo de diferentes marcos temporais, geográficos e facetas ideológicas.

Everton Fernando Pimenta, Fabrício Roberto Costa Oliveira & Reinaldo Azevedo Schiavo (Orgs.) – Protestantismo Em Minas Gerais: Educação, Espaço E Política

Este livro surgiu de reflexões coletivas que agregaram pesquisas sobre o protestantismo de diferentes marcos temporais, geográficos e facetas ideológicas que conformam o cenário religioso em Minas Gerais.

A princípio pode até parecer paradoxal a proposta de uma análise sobre o protestantismo, circunscrita ao Estado brasileiro com maior percentual de católicos. Não obstante, é fundamental entender que as religiões se fazem em contextos de relações de disputas, que o percentual de católicos tem diminuído no Estado e que essa diminuição é bastante desigual entre as regiões.

Levando-se em conta esse cenário de expansão do protestantismo, é digno de nota que, se, em 2017, foi rememorado o quingentésimo aniversário da Reforma Protestante, com a ocorrência de inúmeros eventos e publicações do que poderíamos denominar como Protestantismo Histórico, seja no Brasil ou em outros países, é preciso não perder de vista que o fenômeno do pentecostalismo e neopentecostalismo é, indubitavelmente, a seara na qual se dá a maior incidência dessa expansão.

Assim, consideramos ser necessário uma reflexão sobre o avanço, seja do Protestantismo Histórico ou das Igrejas Protestantes de cunho pentecostal e neopentecostal num estado que, historicamente, é marcado pela forte presença do catolicismo.

Organizada em duas grandes sessões, essa obra objetiva apresentar pesquisas que, à luz de diferentes perspectivas teórico-metodológicas, consigam dar conta de algumas das temáticas pertencentes a esses dois pilares, trazendo contribuições esclarecedoras acerca desse complexo fenômeno.

A Primeira Seção deste livro, que se dedica a analisar as manifestações do Protestantismo Histórico e sua relação com a Educação em Minas Gerais. A Segunda Seção é dedicada à análise do Pentecostalismo, Neopentecostalismo e Militância Batista.

Entendendo que, se por um lado, a presente obra está longe de esgotar o debate sobre a temática no estado de Minas Gerais, por outro, espera-se que ela possa contribuir para novas pesquisas e possa potencializar debates sobre religião, sobretudo no que se refere à conformação do protestantismo em Minas Gerais.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Everton Fernando Pimenta & Outros (Orgs.) – Protestantismo Em Minas Gerais

A obra surgiu de reflexões que agregaram pesquisas sobre o protestantismo de diferentes marcos temporais, geográficos e facetas ideológicas.

Everton Fernando Pimenta, Fabrício Roberto Costa Oliveira & Reinaldo Azevedo Schiavo (Orgs.) - Protestantismo Em Minas Gerais: Educação, Espaço E Política

Este livro surgiu de reflexões coletivas que agregaram pesquisas sobre o protestantismo de diferentes marcos temporais, geográficos e facetas ideológicas que conformam o cenário religioso em Minas Gerais.

A princípio pode até parecer paradoxal a proposta de uma análise sobre o protestantismo, circunscrita ao Estado brasileiro com maior percentual de católicos. Não obstante, é fundamental entender que as religiões se fazem em contextos de relações de disputas, que o percentual de católicos tem diminuído no Estado e que essa diminuição é bastante desigual entre as regiões.

Levando-se em conta esse cenário de expansão do protestantismo, é digno de nota que, se, em 2017, foi rememorado o quingentésimo aniversário da Reforma Protestante, com a ocorrência de inúmeros eventos e publicações do que poderíamos denominar como Protestantismo Histórico, seja no Brasil ou em outros países, é preciso não perder de vista que o fenômeno do pentecostalismo e neopentecostalismo é, indubitavelmente, a seara na qual se dá a maior incidência dessa expansão.

Assim, consideramos ser necessário uma reflexão sobre o avanço, seja do Protestantismo Histórico ou das Igrejas Protestantes de cunho pentecostal e neopentecostal num estado que, historicamente, é marcado pela forte presença do catolicismo.

Organizada em duas grandes sessões, essa obra objetiva apresentar pesquisas que, à luz de diferentes perspectivas teórico-metodológicas, consigam dar conta de algumas das temáticas pertencentes a esses dois pilares, trazendo contribuições esclarecedoras acerca desse complexo fenômeno.

A Primeira Seção deste livro, que se dedica a analisar as manifestações do Protestantismo Histórico e sua relação com a Educação em Minas Gerais. A Segunda Seção é dedicada à análise do Pentecostalismo, Neopentecostalismo e Militância Batista.

Entendendo que, se por um lado, a presente obra está longe de esgotar o debate sobre a temática no estado de Minas Gerais, por outro, espera-se que ela possa contribuir para novas pesquisas e possa potencializar debates sobre religião, sobretudo no que se refere à conformação do protestantismo em Minas Gerais.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação