Ester Maria De Figueiredo Souza & Lúcia Gracia Ferreira (Orgs.) – Temas E Cenas Do Ensino Como Trabalho

Este e-book apresenta compreensões do ensino como trabalho, particularizando a Linguística Aplicada e os letramentos e o agir docente.

Ester Maria De Figueiredo Souza & Lúcia Gracia Ferreira (Orgs.) – Temas E Cenas Do Ensino Como Trabalho: Uma Moldura Dialógica

Este e-book apresenta compreensões do ensino como trabalho, particularizando a Linguística Aplicada e os letramentos e o agir docente.

Trata-se de uma obra que reúne um conjunto de produções do Grupo de Pesquisa Linguagem e Educação (GPLEd), da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), de autoria de pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Letras: Cultura, Educação e Linguagens (PPGCEL) e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd).

Os autores e as autoras são estudiosos que conviveram com a prática de pesquisa colaborativa e interdisciplinar, em cursos de pós-graduação da UESB e em outros espaços formativos, como cursos de extensão, eventos técnicocientíficos, grupos e projetos de pesquisa.

Além do enfoque nos letramentos e nos gestos didáticos, traçamos pontes dialogais com a Ergolinguística, pois esta é tomada como um campo de conhecimento nos estudos da linguagem que situa o ensino como trabalho, abordando questões sobre, com e do ensino.

Os oito capítulos que compõem esta obra unificam-se em torno da linguagem como interação verbal, no enfoque dialógico, por meio de entradas etnográficas para a produção dos gestos de interpretação que foram mobilizados pelos autores e autoras na intenção de abordar confluências epistemológicas e metodologias interdisciplinares dos fenômenos sociais do ensino.

Assim, o ensino, como categoria central, é a moldura dos oito capítulos, no especifico das práticas discursivas quanto à indissociabilidade entre o pesquisar e o ensinar. O ensino como objeto de pesquisa se apresenta em gestos didáticos, gêneros, práticas de letramentos, representações sociais, estratégias discursivas e ideologias, entre outros enunciados que reafirmam a natureza multifacetada da linguagem e polifônica da aula.

Reafirma-se que o trabalho docente compreende uma formação ideológica sujeita às desconstruções, em razão dos mecanismos de autoria do planejamento, das imprevisões da sua realização na sala de aula, das interações entre estudantes, professores e dos demais cenários e papéis discursivos da instituição escolar que, historicamente, configuram novas relações de trabalho e ensino.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Ester Maria De Figueiredo Souza & Lúcia Gracia Ferreira (Orgs.) – Temas E Cenas Do Ensino Como Trabalho

Este e-book apresenta compreensões do ensino como trabalho, particularizando a Linguística Aplicada e os letramentos e o agir docente.

Ester Maria De Figueiredo Souza & Lúcia Gracia Ferreira (Orgs.) - Temas E Cenas Do Ensino Como Trabalho: Uma Moldura Dialógica

Este e-book apresenta compreensões do ensino como trabalho, particularizando a Linguística Aplicada e os letramentos e o agir docente.

Trata-se de uma obra que reúne um conjunto de produções do Grupo de Pesquisa Linguagem e Educação (GPLEd), da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), de autoria de pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Letras: Cultura, Educação e Linguagens (PPGCEL) e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd).

Os autores e as autoras são estudiosos que conviveram com a prática de pesquisa colaborativa e interdisciplinar, em cursos de pós-graduação da UESB e em outros espaços formativos, como cursos de extensão, eventos técnicocientíficos, grupos e projetos de pesquisa.

Além do enfoque nos letramentos e nos gestos didáticos, traçamos pontes dialogais com a Ergolinguística, pois esta é tomada como um campo de conhecimento nos estudos da linguagem que situa o ensino como trabalho, abordando questões sobre, com e do ensino.

Os oito capítulos que compõem esta obra unificam-se em torno da linguagem como interação verbal, no enfoque dialógico, por meio de entradas etnográficas para a produção dos gestos de interpretação que foram mobilizados pelos autores e autoras na intenção de abordar confluências epistemológicas e metodologias interdisciplinares dos fenômenos sociais do ensino.

Assim, o ensino, como categoria central, é a moldura dos oito capítulos, no especifico das práticas discursivas quanto à indissociabilidade entre o pesquisar e o ensinar. O ensino como objeto de pesquisa se apresenta em gestos didáticos, gêneros, práticas de letramentos, representações sociais, estratégias discursivas e ideologias, entre outros enunciados que reafirmam a natureza multifacetada da linguagem e polifônica da aula.

Reafirma-se que o trabalho docente compreende uma formação ideológica sujeita às desconstruções, em razão dos mecanismos de autoria do planejamento, das imprevisões da sua realização na sala de aula, das interações entre estudantes, professores e dos demais cenários e papéis discursivos da instituição escolar que, historicamente, configuram novas relações de trabalho e ensino.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação