Emanuel Angelo Da Rocha Fragoso & Outros (Orgs.) – Tópicos De Filosofia Moderna

Tópicos De Filosofia Moderna deve dar aos leitores com pouco conhecimento prévio em filosofia uma visão geral da configuração do terreno.

Emanuel Angelo Da Rocha Fragoso, Luiz Felipe Netto De Andrade E Silva Sahd & Rita Helena Sousa Ferreira Gomes (Orgs.) – Tópicos De Filosofia Moderna: Discussões Filosóficas Dos Séculos XVII E XVIII

Em sua obra seminal, Die Philosophie der Aufklärung, Ernst Cassirer propõe uma diferença decisiva à maneira de se fazer filosofia nos séculos XVII e XVIII, o primeiro, aposta na construção de “sistemas” filosóficos como a tarefa própria do conhecimento, o segundo, renuncia a esse modo e essa maneira de dedução, de derivação e de explicação sistemática. “Busca uma outra concepção da verdade e da ‘filosofia’ que confere a uma e a outra mais amplitude, uma forma dotada de mais liberdade e mobilidade, mais concreta e mais viva”. Não rivaliza no tocante ao rigor e à autonomia do método, mas não se acredita mais no privilégio e na fecundidade do espírito de sistema.

Diferença negativa estabelecida, assinalar-se-á a imprescindível substituição do esprit de système por um esprit systématique cujas indução e experimentação eram os alicerces do pensamento científico. Assim procedendo, talvez não encontremos nenhum outro livro na volumosa bibliografia de Cassirer que combine mais plenamente sua preeminência na história das ideias com seu poder de síntese filosófica.

Tópicos De Filosofia Moderna tem como objetivo fornecer um mapa por meio de uma seleção de teorias filosóficas e respostas ao questionamento sobre a relevância do retorno aos modernos em tempos sombrios. Tal como acontece com um mapa real, os leitores já familiarizados com o terreno acharão que faltam detalhes importantes e, como é sabido pelos estudantes de cartografia, existem estratégias alternativas e bastante diferentes para organizar um mapa.

Ainda assim, Tópicos De Filosofia Moderna deve dar aos leitores com pouco conhecimento prévio em filosofia uma visão geral da configuração do terreno. Ou melhor, cobre algumas terras, já que o mapa não é global, mas está confinado a teorias de alguns filósofos e, de forma ainda mais restrita, a temáticas específicas.

A razão não é a crença de que nenhuma outra perspectiva filosófica importante possa ser encontrada, mas simplesmente porque o livro foi preparado por jovens pesquisadoras e pesquisadores, baseando-se no trabalho teórico de seus próprios ambientes intelectuais.

Tópicos De Filosofia Moderna está dividido em três partes, apresenta a seguinte ordem temática: a) Epistemologia, antropologia e estética; b) Ética, moral e educação; e, c) Política.

Assim como um mapa indica as rotas para uma variedade de destinos, enquanto permanece mudo sobre qual deles deve ser seguido, Tópicos De Filosofia Moderna convida o leitor a explorar as trilhas e veredas cuidadosamente descritas e delineadas com todos os seus acidentes geográficos.


Deixe uma resposta

Emanuel Angelo Da Rocha Fragoso & Outros (Orgs.) – Tópicos De Filosofia Moderna

Tópicos De Filosofia Moderna deve dar aos leitores com pouco conhecimento prévio em filosofia uma visão geral da configuração do terreno.

Emanuel Angelo Da Rocha Fragoso, Luiz Felipe Netto De Andrade E Silva Sahd & Rita Helena Sousa Ferreira Gomes (Orgs.) - Tópicos De Filosofia Moderna: Discussões Filosóficas Dos Séculos XVII E XVIII

Em sua obra seminal, Die Philosophie der Aufklärung, Ernst Cassirer propõe uma diferença decisiva à maneira de se fazer filosofia nos séculos XVII e XVIII, o primeiro, aposta na construção de “sistemas” filosóficos como a tarefa própria do conhecimento, o segundo, renuncia a esse modo e essa maneira de dedução, de derivação e de explicação sistemática. “Busca uma outra concepção da verdade e da ‘filosofia’ que confere a uma e a outra mais amplitude, uma forma dotada de mais liberdade e mobilidade, mais concreta e mais viva”. Não rivaliza no tocante ao rigor e à autonomia do método, mas não se acredita mais no privilégio e na fecundidade do espírito de sistema.

Diferença negativa estabelecida, assinalar-se-á a imprescindível substituição do esprit de système por um esprit systématique cujas indução e experimentação eram os alicerces do pensamento científico. Assim procedendo, talvez não encontremos nenhum outro livro na volumosa bibliografia de Cassirer que combine mais plenamente sua preeminência na história das ideias com seu poder de síntese filosófica.

Tópicos De Filosofia Moderna tem como objetivo fornecer um mapa por meio de uma seleção de teorias filosóficas e respostas ao questionamento sobre a relevância do retorno aos modernos em tempos sombrios. Tal como acontece com um mapa real, os leitores já familiarizados com o terreno acharão que faltam detalhes importantes e, como é sabido pelos estudantes de cartografia, existem estratégias alternativas e bastante diferentes para organizar um mapa.

Ainda assim, Tópicos De Filosofia Moderna deve dar aos leitores com pouco conhecimento prévio em filosofia uma visão geral da configuração do terreno. Ou melhor, cobre algumas terras, já que o mapa não é global, mas está confinado a teorias de alguns filósofos e, de forma ainda mais restrita, a temáticas específicas.

A razão não é a crença de que nenhuma outra perspectiva filosófica importante possa ser encontrada, mas simplesmente porque o livro foi preparado por jovens pesquisadoras e pesquisadores, baseando-se no trabalho teórico de seus próprios ambientes intelectuais.

Tópicos De Filosofia Moderna está dividido em três partes, apresenta a seguinte ordem temática: a) Epistemologia, antropologia e estética; b) Ética, moral e educação; e, c) Política.

Assim como um mapa indica as rotas para uma variedade de destinos, enquanto permanece mudo sobre qual deles deve ser seguido, Tópicos De Filosofia Moderna convida o leitor a explorar as trilhas e veredas cuidadosamente descritas e delineadas com todos os seus acidentes geográficos.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação