Elói Martins Senhoras – Relações Civil-Político-Militares Na América Do Sul

O livro traz reflexões que buscam explicar a centralidade das relações civil-político-militares na produção de efeitos de estabilidade ou instabilidade.

Elói Martins Senhoras – Relações Civil-Político-Militares Na América Do Sul

O livro Relações Civil-Político-Militares Na América Do Sul do professor Elói Martins Senhoras trata-se da quarta obra didática da Coleção “Comunicação & Políticas Públicas”, a qual objetiva estimular o desenvolvimento de pesquisas com a correspondente publicização dos conhecimentos científicos.

Organizada com objetivos claramente didáticos, assim preenchendo uma grave lacuna bibliográficas, esta obra possibilitará aos policymakers, alunos de graduação, pós-graduação e um amplo público em geral a apreenderem conhecimentos sobre segurança e defesa tomando como referência as relações civil-político-militares.

O presente livro traz um conjunto de reflexões que buscam explicar a centralidade das relações civil-político-militares na produção de efeitos de estabilidade ou instabilidade, por meio de um estudo comparativo sobre os países pertencentes ao complexo regional de segurança sulamericano.

É desenvolvido um marco analítico próprio que mostra como os campos de poder produzidos entre políticos, militares e segmentos da sociedade civil acabaram por se refletir na construção de diferentes periodizações de mando e na espacialização de distintos padrões de segurança na América do Sul.

As discussões trazidas no livro não buscam resgatar os frutíferos e duradouros estudos clássicos da sociologia militar desenvolvidos como uma monocultura institucional desde a década de 1950, mas, antes, procuram mostrar que há um espaço de vanguarda investigativa trazido pela interação fronteiriça entre sociologia, geografia e relações internacionais.

Destarte, a estruturação do texto pela análise comparativa dos regimes militares e democráticos e da espacialização geográfica de tendências de estabilidade ou instabilidade na América do Sul objetiva revelar a complexidade das relações civil-político-militares, com enfoque nas relações entre políticos e militares.

Por meio desta discussão são fornecidos subsídios para se compreender quais e como são os principais problemas contemporâneos das relações civil-político-militares no subcontinente, bem como, para se identificar os contenciosos e os possíveis canais para aprimorar a construção dos regimes democráticos nos países sul-americanos.

Baixe os outros volume da coleção aqui.


Deixe uma resposta

Elói Martins Senhoras – Relações Civil-Político-Militares Na América Do Sul

O livro traz reflexões que buscam explicar a centralidade das relações civil-político-militares na produção de efeitos de estabilidade ou instabilidade.

Elói Martins Senhoras - Relações Civil-Político-Militares Na América Do Sul

O livro Relações Civil-Político-Militares Na América Do Sul do professor Elói Martins Senhoras trata-se da quarta obra didática da Coleção “Comunicação & Políticas Públicas”, a qual objetiva estimular o desenvolvimento de pesquisas com a correspondente publicização dos conhecimentos científicos.

Organizada com objetivos claramente didáticos, assim preenchendo uma grave lacuna bibliográficas, esta obra possibilitará aos policymakers, alunos de graduação, pós-graduação e um amplo público em geral a apreenderem conhecimentos sobre segurança e defesa tomando como referência as relações civil-político-militares.

O presente livro traz um conjunto de reflexões que buscam explicar a centralidade das relações civil-político-militares na produção de efeitos de estabilidade ou instabilidade, por meio de um estudo comparativo sobre os países pertencentes ao complexo regional de segurança sulamericano.

É desenvolvido um marco analítico próprio que mostra como os campos de poder produzidos entre políticos, militares e segmentos da sociedade civil acabaram por se refletir na construção de diferentes periodizações de mando e na espacialização de distintos padrões de segurança na América do Sul.

As discussões trazidas no livro não buscam resgatar os frutíferos e duradouros estudos clássicos da sociologia militar desenvolvidos como uma monocultura institucional desde a década de 1950, mas, antes, procuram mostrar que há um espaço de vanguarda investigativa trazido pela interação fronteiriça entre sociologia, geografia e relações internacionais.

Destarte, a estruturação do texto pela análise comparativa dos regimes militares e democráticos e da espacialização geográfica de tendências de estabilidade ou instabilidade na América do Sul objetiva revelar a complexidade das relações civil-político-militares, com enfoque nas relações entre políticos e militares.

Por meio desta discussão são fornecidos subsídios para se compreender quais e como são os principais problemas contemporâneos das relações civil-político-militares no subcontinente, bem como, para se identificar os contenciosos e os possíveis canais para aprimorar a construção dos regimes democráticos nos países sul-americanos.

Baixe os outros volume da coleção aqui.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação