Délio José Ferraz Pinheiro & Maria Auxiliadora Da Silva (Orgs.) – Visões Imaginárias Da Cidade Da Bahia: Um Diálogo Entre Geografia E A Literatura

Visões imaginárias da cidade da Bahia é um trabalho surpreendente. Ele rompe com a aridez de uma geografia clérica, seguindo a orientação de Milton Santos, para o qual “o maior erro que a geografia cometeu foi o de querer ser ciência, em vez de ciência e arte”. A proposta dos autores é a de retornar ao pensamento sartreano, tão caro a Milton. Pensamento que expressa em Esboço de uma teoria das emoções, no qual “… uma emoção remete ao que ela significa. E, o que ela significa é a totalidade das relações da realidade-humana com o mundo”, através da “…queda brusca da consciência no mágico”.


Deixe uma resposta

Délio José Ferraz Pinheiro & Maria Auxiliadora Da Silva (Orgs.) – Visões Imaginárias Da Cidade Da Bahia: Um Diálogo Entre Geografia E A Literatura

Visões imaginárias da cidade da Bahia é um trabalho surpreendente. Ele rompe com a aridez de uma geografia clérica, seguindo a orientação de Milton Santos, para o qual “o maior erro que a geografia cometeu foi o de querer ser ciência, em vez de ciência e arte”. A proposta dos autores é a de retornar ao pensamento sartreano, tão caro a Milton. Pensamento que expressa em Esboço de uma teoria das emoções, no qual “... uma emoção remete ao que ela significa. E, o que ela significa é a totalidade das relações da realidade-humana com o mundo”, através da “...queda brusca da consciência no mágico".


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação