Danilo Sales Do Nascimento França – Segregação Racial Em São Paulo

A obra é uma grande contribuição para a consolidação de uma nova abordagem sobre o fenômeno da segregação residencial e seus efeitos.

Danilo Sales Do Nascimento França – Segregação Racial Em São Paulo: Residências, Redes Pessoais E Trajetórias Urbanas De Negros E Brancos No Século XXI

Danilo França abre este livro com uma assertiva: “A segregação residencial por raça é um fenômeno existente na metrópole paulistana, e também um elemento muito significativo para a estruturação das hierarquias raciais no contexto urbano da região metropolitana de São Paulo”.

A princípio pode parecer que se trata de mais um estudo que corrobora as desigualdades raciais vigentes no país. Entretanto, considerando o acúmulo dos estudos sobre segregação, essa afirmação demonstra que seu trabalho traz importantes avanços para o debate.

Baseado em evidências empíricas construídas com muito rigor, o autor se contrapõe à interpretação dominante que considera o tema da segregação residencial de menor importância para a compreensão das relações raciais uma vez que, nas cidades e metrópoles brasileiras, o que prevalece é a segregação por classe social.

Tendo como recorte empírico a Região Metropolitana de São Paulo, Danilo França demonstra que a segregação residencial é uma dimensão estruturante das relações raciais. Suas análises identificam uma menor segregação racial nos estratos sociais mais baixos e indicadores muito mais expressivos nos estratos médios e altos, confirmando os achados de outros estudiosos que identificam maior rigidez racial nos estratos sociais médios e altos.

Embora as evidências empíricas apresentadas pela pesquisa quantitativa já signifiquem um avanço importante nos estudos sobre o tema, Danilo França se propõe a ir mais fundo e perguntar de que forma o local de residência dos indivíduos pode ampliar ou limitar suas relações

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Danilo Sales Do Nascimento França – Segregação Racial Em São Paulo

A obra é uma grande contribuição para a consolidação de uma nova abordagem sobre o fenômeno da segregação residencial e seus efeitos.

Danilo Sales Do Nascimento França - Segregação Racial Em São Paulo: Residências, Redes Pessoais E Trajetórias Urbanas De Negros E Brancos No Século XXI

Danilo França abre este livro com uma assertiva: “A segregação residencial por raça é um fenômeno existente na metrópole paulistana, e também um elemento muito significativo para a estruturação das hierarquias raciais no contexto urbano da região metropolitana de São Paulo”.

A princípio pode parecer que se trata de mais um estudo que corrobora as desigualdades raciais vigentes no país. Entretanto, considerando o acúmulo dos estudos sobre segregação, essa afirmação demonstra que seu trabalho traz importantes avanços para o debate.

Baseado em evidências empíricas construídas com muito rigor, o autor se contrapõe à interpretação dominante que considera o tema da segregação residencial de menor importância para a compreensão das relações raciais uma vez que, nas cidades e metrópoles brasileiras, o que prevalece é a segregação por classe social.

Tendo como recorte empírico a Região Metropolitana de São Paulo, Danilo França demonstra que a segregação residencial é uma dimensão estruturante das relações raciais. Suas análises identificam uma menor segregação racial nos estratos sociais mais baixos e indicadores muito mais expressivos nos estratos médios e altos, confirmando os achados de outros estudiosos que identificam maior rigidez racial nos estratos sociais médios e altos.

Embora as evidências empíricas apresentadas pela pesquisa quantitativa já signifiquem um avanço importante nos estudos sobre o tema, Danilo França se propõe a ir mais fundo e perguntar de que forma o local de residência dos indivíduos pode ampliar ou limitar suas relações

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação