Cristina Aragão Onaga & Maria Auxiliadora Drumond (Orgs.) – Efetividade De Gestão Das Unidades De Conservação Federais Do Brasil: Implementação Do Método RAPPAM

capa_rappam_36146

Parceria do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) com o WWF-Brasil, a publicação “Efetividade de gestão das unidades de conservação federais do Brasil – Implementação do método RAPPAM” apresenta resultados da aplicação da metodologia em 246 unidades de conservação federais, durante outubro de 2005 e dezembro de 2006. A ação atende ao Programa de Trabalho para as Áreas Protegidas da Convenção sobre a Diversidade Biológica, que desde 2004, requer que os países signatários realizem a avaliação da efetividade do manejo de seus sistemas de áreas protegidas até 2010. Desenvolvido pela Rede WWF, o RAPPAM (Rapid Assessment and Priorization of Protected Area Management/ Avaliação rápida e priorização da gestão de unidades de conservação) permite a avaliação rápida e priorização do manejo em unidades de conservação. O método foi implementado com a aplicação de questionários em oficinas com os gestores, funcionários e demais colaboradores das unidades avaliadas. As respostas, analisadas por equipe técnica, resultaram na visualização e sistematização dos pontos fortes e dos pontos a serem melhorados na gestão do sistema. Na continuidade, a análise foi discutida em oficinas com os gestores das unidades de conservação, resultando em informações e recomendações para auxiliar os órgãos responsáveis na gestão do sistema e no processo de melhoria da sua efetividade. A publicação foi lançada durante o V Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, realizado em Foz do Iguaçu (PR), entre 17 e 21 de junho de 2007, após a realização de seminário, no qual experiências feitas no Brasil com diferentes tipos de ferramentas de avaliação de efetividade da gestão das unidades de conservação foram discutidos.

pdf


Deixe uma resposta

Cristina Aragão Onaga & Maria Auxiliadora Drumond (Orgs.) – Efetividade De Gestão Das Unidades De Conservação Federais Do Brasil: Implementação Do Método RAPPAM

capa_rappam_36146

Parceria do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) com o WWF-Brasil, a publicação “Efetividade de gestão das unidades de conservação federais do Brasil - Implementação do método RAPPAM” apresenta resultados da aplicação da metodologia em 246 unidades de conservação federais, durante outubro de 2005 e dezembro de 2006. A ação atende ao Programa de Trabalho para as Áreas Protegidas da Convenção sobre a Diversidade Biológica, que desde 2004, requer que os países signatários realizem a avaliação da efetividade do manejo de seus sistemas de áreas protegidas até 2010. Desenvolvido pela Rede WWF, o RAPPAM (Rapid Assessment and Priorization of Protected Area Management/ Avaliação rápida e priorização da gestão de unidades de conservação) permite a avaliação rápida e priorização do manejo em unidades de conservação. O método foi implementado com a aplicação de questionários em oficinas com os gestores, funcionários e demais colaboradores das unidades avaliadas. As respostas, analisadas por equipe técnica, resultaram na visualização e sistematização dos pontos fortes e dos pontos a serem melhorados na gestão do sistema. Na continuidade, a análise foi discutida em oficinas com os gestores das unidades de conservação, resultando em informações e recomendações para auxiliar os órgãos responsáveis na gestão do sistema e no processo de melhoria da sua efetividade. A publicação foi lançada durante o V Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, realizado em Foz do Iguaçu (PR), entre 17 e 21 de junho de 2007, após a realização de seminário, no qual experiências feitas no Brasil com diferentes tipos de ferramentas de avaliação de efetividade da gestão das unidades de conservação foram discutidos.

pdf


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação