Criar Brasil & Coletivo Feminista Helen Keller – Pela Vida De Todas Elas

Apesar da violência doméstica afetar mulheres sem distinção. as mulheres com deficiência apresentam maior vulnerabilidade nestas situações.

Criar Brasil & Coletivo Feminista Helen Keller – Pela Vida De Todas Elas: Pesquisa Sobre Violência Doméstica Com Foco Em Mulheres Com Deficiência

A violência doméstica atinge todas as mulheres, independente de classe, idade, raça, entre outros marcadores.

No entanto,as mulheres com deficiência acabam ficando mais expostas,correndo maiores riscos, seja pela dificuldade de obter informações,dificuldades em denunciar, além das questões impostas pelo próprio corpo que podem ser de ordem física, sensorial,comunicacional, intelectual.

De acordo com o Fundo de População das Nações Unidas,estas têm três vezes mais chances de sofrer violência.

Percebendo a urgência deste tema, o CRIAR Brasil, que há 27 anos vem trabalhando com temas relacionados à defesa dos Direitos Humanos por meio da criação de conteúdos e da promoção da comunicação cidadã, com apoio da Fundação Heinrich Böll Brasil, buscou, com a assessoria do Coletivo Feminista Helen Keller,construir uma pesquisa virtual com o intuito de conhecer estas mulheres e, através de suas respostas, propor uma comunicação que alcance todas,dentro de suas especificidades.

Foram obtidas 182 respostas de mulheres de todo o país, que são apresentadas no ebook Pela Vida De Todas Elas.


Deixe uma resposta

Criar Brasil & Coletivo Feminista Helen Keller – Pela Vida De Todas Elas

Apesar da violência doméstica afetar mulheres sem distinção. as mulheres com deficiência apresentam maior vulnerabilidade nestas situações.

Criar Brasil & Coletivo Feminista Helen Keller - Pela Vida De Todas Elas: Pesquisa Sobre Violência Doméstica Com Foco Em Mulheres Com Deficiência

A violência doméstica atinge todas as mulheres, independente de classe, idade, raça, entre outros marcadores.

No entanto,as mulheres com deficiência acabam ficando mais expostas,correndo maiores riscos, seja pela dificuldade de obter informações,dificuldades em denunciar, além das questões impostas pelo próprio corpo que podem ser de ordem física, sensorial,comunicacional, intelectual.

De acordo com o Fundo de População das Nações Unidas,estas têm três vezes mais chances de sofrer violência.

Percebendo a urgência deste tema, o CRIAR Brasil, que há 27 anos vem trabalhando com temas relacionados à defesa dos Direitos Humanos por meio da criação de conteúdos e da promoção da comunicação cidadã, com apoio da Fundação Heinrich Böll Brasil, buscou, com a assessoria do Coletivo Feminista Helen Keller,construir uma pesquisa virtual com o intuito de conhecer estas mulheres e, através de suas respostas, propor uma comunicação que alcance todas,dentro de suas especificidades.

Foram obtidas 182 respostas de mulheres de todo o país, que são apresentadas no ebook Pela Vida De Todas Elas.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação