Clóvis Ecco & José Reinaldo F. Martins Filho (Orgs.) – EspiritualidadeS

EspiritualidadeS: Múltiplos Olhares reúne diversas contribuições reflexivas, com discussões no âmbito das ciências da religião e da teologia.

Clóvis Ecco & José Reinaldo F. Martins Filho (Orgs.) – EspiritualidadeS: Múltiplos Olhares

EspiritualidadeS: Múltiplos Olhares reúne diversas contribuições reflexivas, com discussões no âmbito das ciências da religião e da teologia, para abranger um campo de estudos ainda mais amplo: o das espiritualidades, entendidas como sendo a expressão de uma qualidade humana profunda transcendente às religiões e, em certos termos, à própria religiosidade.

Trata-se de um movimento no qual o objeto das ciências da religião é tensionado, ao mesmo tempo, por uma ampliação sócio-antropológica e uma especificação epistemológica. Em outras palavras, em uma dinâmica social ou histórica, o conhecimento das espiritualidades avança das institucionalidades religiosas para espaços sociais muito mais amplos, capazes de abranger inclusive a experiência não-religiosa.

Mas, no âmbito epistemológico, o estudo das espiritualidades desenvolve uma espécie de círculo hermenêutico, na medida em que busca no religioso aquilo que fenomenologicamente pode significar a sua essência – embora algumas visadas, também presentes em alguns textos desta coletânea, igualmente apareça como um aspecto, o experiencial, da vivência religiosa.

Em todos os autores e, inclusive, nos presentes nesta obra, o sentido da espiritualidade expressa o reconhecimento de um novo e crescente grau de liberdade do sujeito religioso, na relação com sua religião, sua religiosidade. Talvez um novo sentido de encontro, que absorve e ultrapassa os processos civilizatórios da modernidade, conferindo-lhe o realismo de que precisa para consolidar as promessas descumpridas.

Sim, porque a espiritualidade presente nas religiosidades contemporâneas, institucionalizadas ou não, reverberam novamente os desejos de paz e realização espiritual, justiça e acolhimento, superação e emancipação, solidariedade e cidadania.

A criatura oprimida ainda suspira, resiste à morte e à dor, e insiste em fazer bater o coração deste mundo sem alma.

O conjunto de contribuições reunidas em EspiritualidadeS: Múltiplos Olhare constitui o resultado tangível de uma iniciativa implementada no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, iniciada em agosto de 2020 e concluída em dezembro de 2021.

Os esforços se concentraram particularmente na realização de uma disciplina, ministrada conjuntamente pelos professores Clóvis Ecco e José Reinaldo Felipe Martins Filho, com ênfase nos diferentes tratamentos epistemológicos e práticos dados ao conceito “Espiritualidade”, por autores do campo das ciências humanas e da vida, mas também por ascetas, místicos, filósofos e experimentadores de modo geral.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Clóvis Ecco & José Reinaldo F. Martins Filho (Orgs.) – EspiritualidadeS

EspiritualidadeS: Múltiplos Olhares reúne diversas contribuições reflexivas, com discussões no âmbito das ciências da religião e da teologia.

Clóvis Ecco & José Reinaldo F. Martins Filho (Orgs.) - EspiritualidadeS: Múltiplos Olhares

EspiritualidadeS: Múltiplos Olhares reúne diversas contribuições reflexivas, com discussões no âmbito das ciências da religião e da teologia, para abranger um campo de estudos ainda mais amplo: o das espiritualidades, entendidas como sendo a expressão de uma qualidade humana profunda transcendente às religiões e, em certos termos, à própria religiosidade.

Trata-se de um movimento no qual o objeto das ciências da religião é tensionado, ao mesmo tempo, por uma ampliação sócio-antropológica e uma especificação epistemológica. Em outras palavras, em uma dinâmica social ou histórica, o conhecimento das espiritualidades avança das institucionalidades religiosas para espaços sociais muito mais amplos, capazes de abranger inclusive a experiência não-religiosa.

Mas, no âmbito epistemológico, o estudo das espiritualidades desenvolve uma espécie de círculo hermenêutico, na medida em que busca no religioso aquilo que fenomenologicamente pode significar a sua essência – embora algumas visadas, também presentes em alguns textos desta coletânea, igualmente apareça como um aspecto, o experiencial, da vivência religiosa.

Em todos os autores e, inclusive, nos presentes nesta obra, o sentido da espiritualidade expressa o reconhecimento de um novo e crescente grau de liberdade do sujeito religioso, na relação com sua religião, sua religiosidade. Talvez um novo sentido de encontro, que absorve e ultrapassa os processos civilizatórios da modernidade, conferindo-lhe o realismo de que precisa para consolidar as promessas descumpridas.

Sim, porque a espiritualidade presente nas religiosidades contemporâneas, institucionalizadas ou não, reverberam novamente os desejos de paz e realização espiritual, justiça e acolhimento, superação e emancipação, solidariedade e cidadania.

A criatura oprimida ainda suspira, resiste à morte e à dor, e insiste em fazer bater o coração deste mundo sem alma.

O conjunto de contribuições reunidas em EspiritualidadeS: Múltiplos Olhare constitui o resultado tangível de uma iniciativa implementada no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, iniciada em agosto de 2020 e concluída em dezembro de 2021.

Os esforços se concentraram particularmente na realização de uma disciplina, ministrada conjuntamente pelos professores Clóvis Ecco e José Reinaldo Felipe Martins Filho, com ênfase nos diferentes tratamentos epistemológicos e práticos dados ao conceito “Espiritualidade”, por autores do campo das ciências humanas e da vida, mas também por ascetas, místicos, filósofos e experimentadores de modo geral.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta