Carlos Brandão & Hipólita Siqueira (Orgs.) – Pacto Federativo, Integração Nacional E Desenvolvimento Regional

Neste volume, coordenado por Carlos Brandão e Hipólita Siqueira, um conjunto destacado de  especialistas nas relações entre espaço e desenvolvimento buscará discutir a dinâmica regional brasileira, analisando, em termos históricos e estruturais, o papel do Estado e das políticas econômicas e sociais no processo contraditório e desigual de construção do território nacional.
Nesta análise, que passará por temas diversos como a escala geográfica do desenvolvimento, os problemas fiscais e orçamentários do ordenamento federativo, o impacto das transformações do capitalismo mundial nas regiões brasileiras, o papel do planejamento, a importância dos recursos naturais e a questão da integração regional, a dimensão espacial ganhará centralidade.
Como poderá ser constatado, ao desnudar os principais desafios e obstáculos a serem enfrentados, os textos partilharão uma preocupação central: a de apontar a importância que as políticas públicas podem e devem ter na superação das desigualdades territoriais do país – superação esta que constitui, sem dúvida, um aspecto fundamental de um projeto de desenvolvimento de caráter democrático e popular.


Deixe uma resposta

Carlos Brandão & Hipólita Siqueira (Orgs.) – Pacto Federativo, Integração Nacional E Desenvolvimento Regional

Neste volume, coordenado por Carlos Brandão e Hipólita Siqueira, um conjunto destacado de  especialistas nas relações entre espaço e desenvolvimento buscará discutir a dinâmica regional brasileira, analisando, em termos históricos e estruturais, o papel do Estado e das políticas econômicas e sociais no processo contraditório e desigual de construção do território nacional.
Nesta análise, que passará por temas diversos como a escala geográfica do desenvolvimento, os problemas fiscais e orçamentários do ordenamento federativo, o impacto das transformações do capitalismo mundial nas regiões brasileiras, o papel do planejamento, a importância dos recursos naturais e a questão da integração regional, a dimensão espacial ganhará centralidade.
Como poderá ser constatado, ao desnudar os principais desafios e obstáculos a serem enfrentados, os textos partilharão uma preocupação central: a de apontar a importância que as políticas públicas podem e devem ter na superação das desigualdades territoriais do país – superação esta que constitui, sem dúvida, um aspecto fundamental de um projeto de desenvolvimento de caráter democrático e popular.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação