Pensamento E Objeto: A Conexão Entre Linguagem E Realidade

Pensamento E Objeto: A Conexão Entre Linguagem E Realidade - Somos capazes de pensar sobre a realidade. Exploro neste livro as consequências deste fato. Defendo que o pensar sobre uma entidade existente instaura uma relação genuína entre o pensante e aquela entidade.
Ao pensar, muitas vezes usamos palavras que designam aquilo em que pensamos. Às vezes, juntamente com o uso de palavras ou em seu lugar, usamos imagens daquilo em que pensamos. Pensamos com palavras e com imagens. Temos um pensar linguístico e um pensar imagético. O que conecta as palavras e as imagens à realidade?


A relação de designar que liga nomes e termos gerais aos seus designata opera, após instaurada, como uma apresentação do que é designado que permite que a mente pense sobre aquilo que foi identificado por outros pensantes. O designar, assim, amplia a gama de entidades com que uma mente pode ter a relação de pensar sobre.
De acordo com minha proposta, são palavras, entendidas como entidades abstratas, que designam.
Já aceitamos a existência de palavras. Falta-nos, creio, uma concepção correta de sua natureza. Palavras são abstratas embora suas ocorrências sejam concretas.
Nomes e termos gerais têm um papel central porque, nos mapas que formamos da realidade, eles são rotas abstratas disponíveis para identificar objetos e condições. Na qualidade de palavras, são também entidades abstratas.
Aceito a existência de conceitos. Proponho que conceitos são entidades abstratas. Assim, não são mentais nem dependem de mentes. Alguns conceitos são palavras. De acordo com minha concepção, palavras que possuem intensão, extensão e tópico são conceitos.
Defendo a concepção de que conceitos têm uma estrutura de três níveis ao invés da concepção adotada na tradição filosófica de que conceitos possuem apenas os níveis da intensão e da extensão. Proponho que conceitos têm um tópico além de intensão e extensão. O tópico de um conceito é a entidade que ele apresenta.
Uma consequência de minha proposta é que nomes e termos gerais — porque são entidades abstratas dotadas de tópicos — são conceitos.
Chamo-os de ‘conceitos-palavra’. Imagens são entidades abstratas dotadas de tópicos. Dessa forma, conforme minha proposta, são também conceitos. Apresento uma proposta sobre imagens e o modo como ligam-se aos seus tópicos.
Pensamento E Objeto adota a tese de que qualquer entidade é uma condição ou um objeto. Condições são abstratas. Objetos são concretos ou abstratos.

Links para Download

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Mais Lidos

Blog

Pensamento E Objeto: A Conexão Entre Linguagem E Realidade

Pensamento E Objeto: A Conexão Entre Linguagem E Realidade – Somos capazes de pensar sobre a realidade. Exploro neste livro as consequências deste fato. Defendo que o pensar sobre uma entidade existente instaura uma relação genuína entre o pensante e aquela entidade.
Ao pensar, muitas vezes usamos palavras que designam aquilo em que pensamos. Às vezes, juntamente com o uso de palavras ou em seu lugar, usamos imagens daquilo em que pensamos. Pensamos com palavras e com imagens. Temos um pensar linguístico e um pensar imagético. O que conecta as palavras e as imagens à realidade?
A relação de designar que liga nomes e termos gerais aos seus designata opera, após instaurada, como uma apresentação do que é designado que permite que a mente pense sobre aquilo que foi identificado por outros pensantes. O designar, assim, amplia a gama de entidades com que uma mente pode ter a relação de pensar sobre.
De acordo com minha proposta, são palavras, entendidas como entidades abstratas, que designam.
Já aceitamos a existência de palavras. Falta-nos, creio, uma concepção correta de sua natureza. Palavras são abstratas embora suas ocorrências sejam concretas.
Nomes e termos gerais têm um papel central porque, nos mapas que formamos da realidade, eles são rotas abstratas disponíveis para identificar objetos e condições. Na qualidade de palavras, são também entidades abstratas.
Aceito a existência de conceitos. Proponho que conceitos são entidades abstratas. Assim, não são mentais nem dependem de mentes. Alguns conceitos são palavras. De acordo com minha concepção, palavras que possuem intensão, extensão e tópico são conceitos.
Defendo a concepção de que conceitos têm uma estrutura de três níveis ao invés da concepção adotada na tradição filosófica de que conceitos possuem apenas os níveis da intensão e da extensão. Proponho que conceitos têm um tópico além de intensão e extensão. O tópico de um conceito é a entidade que ele apresenta.
Uma consequência de minha proposta é que nomes e termos gerais — porque são entidades abstratas dotadas de tópicos — são conceitos.
Chamo-os de ‘conceitos-palavra’. Imagens são entidades abstratas dotadas de tópicos. Dessa forma, conforme minha proposta, são também conceitos. Apresento uma proposta sobre imagens e o modo como ligam-se aos seus tópicos.
Pensamento E Objeto adota a tese de que qualquer entidade é uma condição ou um objeto. Condições são abstratas. Objetos são concretos ou abstratos.

https://livrandante.com.br/produto/camisa-digitalizado-2/

Link Quebrado?

Caso o link não esteja funcionando comente abaixo e tentaremos localizar um novo link para este livro.

Deixe seu comentário

Pesquisar

Mais Lidos

Blog