Bertrand De Jouvenel – As Origens Do Estado Moderno

A obra expõe com magistral clareza os diferentes fatores que influenciaram o conceito de Estado Moderno e favoreceram a sua formação no século XIX.

Bertrand De Jouvenel – As Origens Do Estado Moderno: Uma História Das Ideias Políticas No Século XIX

As Origens Do Estado Moderno expõe com autoridade e magistral clareza os diferentes fatores que influenciaram o conceito de Estado Moderno e favoreceram a sua formação durante o século XIX e primeiros anos do século XX.

Tomando por base o ano de 1800 ou, mais precisamente, o 18 Brumário do ano VIII (9 de novembro de 1799), o autor estuda as mudanças concretas e ideológicas que lhe sobrevieram.

Examinando sucessivamente noções como a de liberdade – tanto na América como na França, o que lhe permite formular comparações particularmente esclarecedoras entre as duas Revoluções -, a nação e suas relações com o exército, a igualdade de direito e a desigualdade de fato, o liberalismo e a ascensão do economismo, nacionalismo e militarismo, Bertrand de Jouvenel estabelece, em As Origens Do Estado Moderno, as bases de uma reflexão essencial para a compreensão de nossa própria época. Ele aproximou-se do que considera ser um objetivo ideal: “a constituição de um dicionário universal das palavras-chave da política”.

Evocando, com reconhecida erudição, Montesquieu, Fichte, Tocqueville, Saint-Simon ou Marx, o autor jamais desliza para o tom de frieza didática que se poderia esperar de uma obra deste gênero, impregnando-a de um colorido só reservado aos verdadeiros “produtores de ideias”.

Bertrand de Jouvenel analisa os fatores mais importantes que contribuíram para a formação do Estado Moderno com penetração crítica e prodigalidade informativa, livrando-se de muitas convenções estabelecidas de opinião histórica e propondo novas perspectivas com originalidade, fiel à sua máxima de que “o espírito humano não tende a verdade, choca-se com ela”.

Bertrand de Jouvenel foi professor em importantes universidades europeias e americanas (Oxford, Cambridge, Manchester, Yale, Chicago, Berkeley, Faculté de Droit et de Sciences Économiques de Paris, INSEAD, CEDEP; doutor honoris causa da Universidade de Glasgow). É autor de várias e importantes obras de ciência política (La Civilisation de Puissance, 1976; As Origens Do Estado Moderno, 1976), sendo que sua obra-prima é O Poder: história natural de seu crescimento.


Deixe uma resposta

Bertrand De Jouvenel – As Origens Do Estado Moderno

A obra expõe com magistral clareza os diferentes fatores que influenciaram o conceito de Estado Moderno e favoreceram a sua formação no século XIX.

Bertrand De Jouvenel - As Origens Do Estado Moderno: Uma História Das Ideias Políticas No Século XIX

As Origens Do Estado Moderno expõe com autoridade e magistral clareza os diferentes fatores que influenciaram o conceito de Estado Moderno e favoreceram a sua formação durante o século XIX e primeiros anos do século XX.

Tomando por base o ano de 1800 ou, mais precisamente, o 18 Brumário do ano VIII (9 de novembro de 1799), o autor estuda as mudanças concretas e ideológicas que lhe sobrevieram.

Examinando sucessivamente noções como a de liberdade - tanto na América como na França, o que lhe permite formular comparações particularmente esclarecedoras entre as duas Revoluções -, a nação e suas relações com o exército, a igualdade de direito e a desigualdade de fato, o liberalismo e a ascensão do economismo, nacionalismo e militarismo, Bertrand de Jouvenel estabelece, em As Origens Do Estado Moderno, as bases de uma reflexão essencial para a compreensão de nossa própria época. Ele aproximou-se do que considera ser um objetivo ideal: "a constituição de um dicionário universal das palavras-chave da política".

Evocando, com reconhecida erudição, Montesquieu, Fichte, Tocqueville, Saint-Simon ou Marx, o autor jamais desliza para o tom de frieza didática que se poderia esperar de uma obra deste gênero, impregnando-a de um colorido só reservado aos verdadeiros "produtores de ideias".

Bertrand de Jouvenel analisa os fatores mais importantes que contribuíram para a formação do Estado Moderno com penetração crítica e prodigalidade informativa, livrando-se de muitas convenções estabelecidas de opinião histórica e propondo novas perspectivas com originalidade, fiel à sua máxima de que "o espírito humano não tende a verdade, choca-se com ela".

Bertrand de Jouvenel foi professor em importantes universidades europeias e americanas (Oxford, Cambridge, Manchester, Yale, Chicago, Berkeley, Faculté de Droit et de Sciences Économiques de Paris, INSEAD, CEDEP; doutor honoris causa da Universidade de Glasgow). É autor de várias e importantes obras de ciência política (La Civilisation de Puissance, 1976; As Origens Do Estado Moderno, 1976), sendo que sua obra-prima é O Poder: história natural de seu crescimento.


Deixe uma resposta