Arilde Franco Alves – Saúde Ambiental Em Debate

Em Saúde Ambiental Em Debate, submergimos no mundo da relação saúde-meio ambiente de forma clara, sequencial e didática.

Arilde Franco Alves – Saúde Ambiental Em Debate

Estabelecer uma relação do desenvolvimento com a qualidade de vida parece ser uma tarefa quase que impraticável para a maioria dos gestores globais. Vivenciamos, de modo geral, um período em que o diálogo entre o econômico e o ambiental parece ocorrer entre dois polos que se refutam completamente.

Dessa forma, a degradação ambiental vem, a cada dia, tomando dimensões alarmantes, tendo como consequências alterações na temperatura, no ar, na água, no solo e em toda a biota do planeta. Assim sendo, observamos frequentemente o surgimento de doenças emergentes ou reemergentes, que normalmente estão direta ou indiretamente relacionadas às alterações do meio ambiente.

Compreendendo o meio ambiente como um conjunto de componentes bióticos (vivos) e abióticos (não vivos) que interagem harmoniosamente em uma determinada área, a doença poderá emergir a partir do momento em que houver uma quebra nessa harmonia. Dessa maneira, é valido destacar que a saúde é o resultado da interação entre fatores genéticos, nutricionais, sociais e ambientais; qualquer alteração em um desses elementos pode resultar em doença.

Nesse contexto, é de extrema relevância promover um frequente e contínuo diálogo entre a academia (organizadora do saber) e a sociedade civil, de modo a construir um conhecimento pautado nos princípios da sustentabilidade socioambiental, possibilitando, assim, uma minimização dos problemas de saúde pública.

Em Saúde Ambiental Em Debate, submergimos no mundo da relação saúde-meio ambiente de forma clara, sequencial e didática. Assim, nos capítulos que se sucedem, o autor dialoga com os conceitos atinentes à área, para uma melhor compreensão do entrelaçamento da saúde com o meio ambiente.

Compreender os alicerces e as conexões, muitas vezes ocultas, das relações entre homem, meio ambiente e saúde é algo que requer reflexões de cunho político, social e econômico, para que possamos obter a tão almejada sustentabilidade ambiental.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Arilde Franco Alves – Saúde Ambiental Em Debate

Em Saúde Ambiental Em Debate, submergimos no mundo da relação saúde-meio ambiente de forma clara, sequencial e didática.

Arilde Franco Alves - Saúde Ambiental Em Debate

Estabelecer uma relação do desenvolvimento com a qualidade de vida parece ser uma tarefa quase que impraticável para a maioria dos gestores globais. Vivenciamos, de modo geral, um período em que o diálogo entre o econômico e o ambiental parece ocorrer entre dois polos que se refutam completamente.

Dessa forma, a degradação ambiental vem, a cada dia, tomando dimensões alarmantes, tendo como consequências alterações na temperatura, no ar, na água, no solo e em toda a biota do planeta. Assim sendo, observamos frequentemente o surgimento de doenças emergentes ou reemergentes, que normalmente estão direta ou indiretamente relacionadas às alterações do meio ambiente.

Compreendendo o meio ambiente como um conjunto de componentes bióticos (vivos) e abióticos (não vivos) que interagem harmoniosamente em uma determinada área, a doença poderá emergir a partir do momento em que houver uma quebra nessa harmonia. Dessa maneira, é valido destacar que a saúde é o resultado da interação entre fatores genéticos, nutricionais, sociais e ambientais; qualquer alteração em um desses elementos pode resultar em doença.

Nesse contexto, é de extrema relevância promover um frequente e contínuo diálogo entre a academia (organizadora do saber) e a sociedade civil, de modo a construir um conhecimento pautado nos princípios da sustentabilidade socioambiental, possibilitando, assim, uma minimização dos problemas de saúde pública.

Em Saúde Ambiental Em Debate, submergimos no mundo da relação saúde-meio ambiente de forma clara, sequencial e didática. Assim, nos capítulos que se sucedem, o autor dialoga com os conceitos atinentes à área, para uma melhor compreensão do entrelaçamento da saúde com o meio ambiente.

Compreender os alicerces e as conexões, muitas vezes ocultas, das relações entre homem, meio ambiente e saúde é algo que requer reflexões de cunho político, social e econômico, para que possamos obter a tão almejada sustentabilidade ambiental.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta