Anna Paula Bagetti Zeifert & Outros (Orgs.) – Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado

Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado: Vulnerabilidades E Desafios Em Tempos Pandêmicos Na América Latina

Anna Paula Bagetti Zeifert, Janaína Machado Sturza & Daniel Rubens Cenci (Orgs.) – Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado: Vulnerabilidades E Desafios Em Tempos Pandêmicos Na América Latina

Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado é resultado de estudos desenvolvidos por pesquisadores(as) latino-americanos(as) de diferentes instituições de ensino e retrata as suas compreensões sobre a realidade social e ambiental desse espaço territorial tão afetado pela pobreza, pela desigualdade, pela violência e inúmeras outras vulnerabilidades que atingem diretamente os Direitos Humanos.

Nesse sentido, a mesma oferece ao leitor a oportunidade especial de conhecer pesquisas que possuem o compromisso ético de proporcionar análises e discussões acerca de temáticas fundamentais para pensar o futuro da América Latina, dentre elas: câmbio climático; saúde; racismo; extrativismo; gênero; buen vivir.

Denuncia os desafios advindos com a crise de saúde mundial e o agravamento das vulnerabilidades, o que implica na perda da qualidade de vida e bem estar, assim como, provoca mudanças nos espaços de convívio e acelera os desequilíbrios ambientais.

Assim, o desenvolvimento fundado no ataque direto aos problemas que o impedem, exige uma oportunidade a todos de forma igualitária e equânime, reconhecendo e enfrentando a exclusão social e tornando o acesso cada vez mais inclusivo e cidadão, formando sociedades que prezem e efetivem as garantias coletivas, individuais e sociais, bandeiras de combate à miserabilidade e à falta de oportunidades justas e sustentáveis.

Pensar medidas que atentem para as necessidades reais – presentes e futuras – dos seres humanos é a garantia de se projetar uma sociedade com mais oportunidade e justiça social, protegendo os seres a partir de sua condição humana, na busca sustentável de sua promoção pessoal como indivíduo, tutelando a estes o acesso aos bens e políticas do Estado, na sua inclusão e inserção como ente importante de uma sociedade global.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Anna Paula Bagetti Zeifert & Outros (Orgs.) – Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado

Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado: Vulnerabilidades E Desafios Em Tempos Pandêmicos Na América Latina

Anna Paula Bagetti Zeifert, Janaína Machado Sturza & Daniel Rubens Cenci (Orgs.) - Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado: Vulnerabilidades E Desafios Em Tempos Pandêmicos Na América Latina

Saúde, Bem-Estar Social E Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado é resultado de estudos desenvolvidos por pesquisadores(as) latino-americanos(as) de diferentes instituições de ensino e retrata as suas compreensões sobre a realidade social e ambiental desse espaço territorial tão afetado pela pobreza, pela desigualdade, pela violência e inúmeras outras vulnerabilidades que atingem diretamente os Direitos Humanos.

Nesse sentido, a mesma oferece ao leitor a oportunidade especial de conhecer pesquisas que possuem o compromisso ético de proporcionar análises e discussões acerca de temáticas fundamentais para pensar o futuro da América Latina, dentre elas: câmbio climático; saúde; racismo; extrativismo; gênero; buen vivir.

Denuncia os desafios advindos com a crise de saúde mundial e o agravamento das vulnerabilidades, o que implica na perda da qualidade de vida e bem estar, assim como, provoca mudanças nos espaços de convívio e acelera os desequilíbrios ambientais.

Assim, o desenvolvimento fundado no ataque direto aos problemas que o impedem, exige uma oportunidade a todos de forma igualitária e equânime, reconhecendo e enfrentando a exclusão social e tornando o acesso cada vez mais inclusivo e cidadão, formando sociedades que prezem e efetivem as garantias coletivas, individuais e sociais, bandeiras de combate à miserabilidade e à falta de oportunidades justas e sustentáveis.

Pensar medidas que atentem para as necessidades reais - presentes e futuras - dos seres humanos é a garantia de se projetar uma sociedade com mais oportunidade e justiça social, protegendo os seres a partir de sua condição humana, na busca sustentável de sua promoção pessoal como indivíduo, tutelando a estes o acesso aos bens e políticas do Estado, na sua inclusão e inserção como ente importante de uma sociedade global.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação