Allan Almeida – Elas Existem

A pesquisa Elas Existem faz uma relação fundamental entre comunicação e direitos humanos, com foco na população trans.

Allan Almeida – Elas Existem: Uma Pesquisa Sobre O Uso Da Comunicação Digital Para A Garantia De Direitos De Pessoas Trans

Resultado da monografia de conclusão do curso de Jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Elas Existem faz uma relação fundamental entre comunicação e direitos humanos, com foco na população trans.

É este olhar de reconhecimento da humanidade de pessoas e grupos discriminados que motiva a atuação de Allan Almeida, tanto nesta pesquisa quanto em sua atuação em outras atividades na universidade, como as de extensão.

Vocês lerão aqui o texto de um jornalista sensível às desigualdades, que busca compreendê-las através da pesquisa e também trabalha para transformá-las.

Elas Existem está organizada em três capítulos. No primeiro, como forma de memória, contextualização e criação de uma linha de pensamento para compreensão do objeto desta pesquisa, foi feito um resgate histórico sobre as primeiras manifestações de pessoas trans no Brasil.

No entanto, é necessário, em primeira instância, compreender a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual, para que, em seguida, seja entendida a importância que as manifestações possuem para garantia de direitos e respeito e o porquê de as pessoas trans ainda se mobilizarem em busca de equidade social e direito à vida.

No segundo capítulo, o autor aprofunda e conceitua, a partir da pesquisa bibliográfica, o assunto que é primordial para seguir adiante com o objetivo desta pesquisa, a comunicação pós-massiva. Esse conceito, o qual Lemos define como o meio informacional em que a comunicação é todos-todos, ou seja, a informação é disparada pelo próprio consumidor e é propagada através das redes sociais, promovendo a divulgação da informação para o público geral, está presente nas atuais ferramentas de comunicação, como o aplicativo Instagram.

No terceiro capítulo será apresentado o objeto de estudo desta pesquisa: o caso Jessica Piovani. Em seguida, as metodologias usadas para obtenção dos resultados da problematização desta monografia. E, com isso, é dado início ao processo analítico dos comentários feitos na publicação do vídeo viral no perfil social do Instagram de Jessica Piovani, para identificar como o conceito de cidadania surge a partir desse público.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta

Allan Almeida – Elas Existem

A pesquisa Elas Existem faz uma relação fundamental entre comunicação e direitos humanos, com foco na população trans.

Allan Almeida - Elas Existem: Uma Pesquisa Sobre O Uso Da Comunicação Digital Para A Garantia De Direitos De Pessoas Trans

Resultado da monografia de conclusão do curso de Jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Elas Existem faz uma relação fundamental entre comunicação e direitos humanos, com foco na população trans.

É este olhar de reconhecimento da humanidade de pessoas e grupos discriminados que motiva a atuação de Allan Almeida, tanto nesta pesquisa quanto em sua atuação em outras atividades na universidade, como as de extensão.

Vocês lerão aqui o texto de um jornalista sensível às desigualdades, que busca compreendê-las através da pesquisa e também trabalha para transformá-las.

Elas Existem está organizada em três capítulos. No primeiro, como forma de memória, contextualização e criação de uma linha de pensamento para compreensão do objeto desta pesquisa, foi feito um resgate histórico sobre as primeiras manifestações de pessoas trans no Brasil.

No entanto, é necessário, em primeira instância, compreender a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual, para que, em seguida, seja entendida a importância que as manifestações possuem para garantia de direitos e respeito e o porquê de as pessoas trans ainda se mobilizarem em busca de equidade social e direito à vida.

No segundo capítulo, o autor aprofunda e conceitua, a partir da pesquisa bibliográfica, o assunto que é primordial para seguir adiante com o objetivo desta pesquisa, a comunicação pós-massiva. Esse conceito, o qual Lemos define como o meio informacional em que a comunicação é todos-todos, ou seja, a informação é disparada pelo próprio consumidor e é propagada através das redes sociais, promovendo a divulgação da informação para o público geral, está presente nas atuais ferramentas de comunicação, como o aplicativo Instagram.

No terceiro capítulo será apresentado o objeto de estudo desta pesquisa: o caso Jessica Piovani. Em seguida, as metodologias usadas para obtenção dos resultados da problematização desta monografia. E, com isso, é dado início ao processo analítico dos comentários feitos na publicação do vídeo viral no perfil social do Instagram de Jessica Piovani, para identificar como o conceito de cidadania surge a partir desse público.

Clique para
Baixar o PDF

Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação