Alexandra Lima Da Silva – Sol De Margarida

Margarida nasceu às margens de um mangue. Ela sobrevivia daquilo que os outros já não queriam. Margarida viveu em busca de um lugar ao sol.

Alexandra Lima Da Silva – Sol De Margarida

Margarida nasceu às margens de um mangue. Margarida cresceu, e tornou-se uma catadora. Era uma mulher com um tom de pele marrom claro, e os olhos eram cor de mel. Alta, magra e com músculos nas pernas e nos braços que chamavam a atenção. Ela usava um lenço cobrindo o cabelo, mas deixava a mostra o rosto bastante castigado pelo sol. Ela sobrevivia daquilo que os outros já não mais queriam. Margarida viveu em busca de um lugar ao sol.

Sobre A Autora:

Sou Alexandra Lima da Silva, nasci em Belford Roxo e passei minha adolescência na Ilha de Itaoca, São Gonçalo. Quando criança eu gostava de criar histórias. Eu aprendi a inventar histórias antes mesmo de aprender a ler. Sou historiadora e professora na Universidade do Estado do Rio de Janeiro onde leciono História da Educação.


Deixe uma resposta

Alexandra Lima Da Silva – Sol De Margarida

Margarida nasceu às margens de um mangue. Ela sobrevivia daquilo que os outros já não queriam. Margarida viveu em busca de um lugar ao sol.

Alexandra Lima Da Silva - Sol De Margarida

Margarida nasceu às margens de um mangue. Margarida cresceu, e tornou-se uma catadora. Era uma mulher com um tom de pele marrom claro, e os olhos eram cor de mel. Alta, magra e com músculos nas pernas e nos braços que chamavam a atenção. Ela usava um lenço cobrindo o cabelo, mas deixava a mostra o rosto bastante castigado pelo sol. Ela sobrevivia daquilo que os outros já não mais queriam. Margarida viveu em busca de um lugar ao sol.

Sobre A Autora:

Sou Alexandra Lima da Silva, nasci em Belford Roxo e passei minha adolescência na Ilha de Itaoca, São Gonçalo. Quando criança eu gostava de criar histórias. Eu aprendi a inventar histórias antes mesmo de aprender a ler. Sou historiadora e professora na Universidade do Estado do Rio de Janeiro onde leciono História da Educação.


Deixe uma resposta


Desenvolvido pela Quanta Comunicação