Júlio César Gomes – Mulheres No Campo De Marte: Um Estudo Sobre O Habitus De Gênero Na Oficialidade Do Exército Brasileiro

Marte, o Deus romano da guerra, e patrono de muitas cidades italianas, como Alba Longa, e de muitas tribos da Antiguidade, como os sabinos e os etruscos, protegia os guerreiros corajosos e a paz pública.

Um dos locais destinados ao culto do Deus da guerra era o Campo de Marte. Originalmente, um simples altar de sacrifício, era situado fora do Pomerium – o coração sagrado da cidade, onde ninguém era autorizado a portar armas.

O Campo de Marte funcionava como uma espécie de sentinela, que velava a urbe… Esse aspecto expressa a atitude em relação à guerra que era típica dos antigos romanos: manter a guerra a uma distância prudente, mas estando sempre prontos a enfrentá-la.

A guerra era, então, um assunto dos homens, apesar da atitude relativamente menos excludente da sociedade romana em relação às mulheres.

O guerreiro romano encarnava então o ideal militar-viril, um modelo de gênero oriundo da tradição judaico-cristã, e que vai ser gradualmente desconstruído ao longo do século XX, não sem paradoxos e contradições.

As mulheres lutam diariamente pela conquista do seu próprio espaço na sociedade e pela sua participação política. Falar de gênero hoje nos obriga a investigar o que se passa no Campo de Marte, um espaço tradicionalmente masculino. E qual seria um melhor exemplo de tal cenário do que o Exército Brasileiro?

Originalmente uma tese de doutorado do autor Júlio César Gomes, a obra Mulheres No Campo De Marte analisa a inserção da mulher nas Forças Armadas, além das situações enfrentadas pelas mesmas uma vez inseridas.

Mulheres No Campo De Marte conta com entrevistas e parte de um survey que reuniu vários tipos de dados sobre os oficiais, entre eles seu habitus de gênero e diversos aspectos do seu habitus social. O acúmulo desses dados situa a obra como sendo de grande contribuição para a pesquisa de gênero e para o campo dos Estudos Militares no país.

 

Caneca Imagine | Branca

Deixe uma resposta