Everton Araujo Dos Santos – O Carisma Do Comandante

Grandes e rápidas têm sido as mudanças que hoje se verificam em todo o mundo.

O Brasil tem vivenciado isso de maneira muito intensa por meio de grandes transformações sociais, políticas, econômicas, tecnológicas, culturais e institucionais que se implementam no contexto da globalização.

Conceitos tradicionais, tais como o de ordem, autoridade e papéis sociais passam por uma significativa remodelagem. Isso tem gerado e alimentado tanto movimentos sociais quanto mudanças de mentalidade nos indivíduos.

Essas mudanças se fazem sentir nas diferentes instituições sociais, transformando comportamentos, crenças, valores e opiniões dos seus integrantes.

Conforme assevera Manuel Castells, o final do século passado foi marcado por acontecimentos que promoveram profundas transformações no cenário social da vida humana. As tecnologias da informação engendraram uma acelerada revolução tecnológica remodeladora de toda a base material da sociedade.

O capitalismo, assim, é alvo de uma marcante reorganização em que se destacam a flexibilidade de gerenciamento; a descentralização das empresas e instituições, que passam a se organizar em redes tanto internamente quanto nas suas relações com outras empresas e instituições; a entrada em larga escala da mulher no mercado de trabalho remunerado; o declínio do estado de bem-estar social.

As mudanças sociais acompanharam a intensidade e a velocidade das transformações tecnológicas e econômicas que se têm operado. As alterações observadas na condição da mulher têm promovido um predomínio de disputas entre os sexos.

A preocupação com as questões ambientais floresce nas instituições públicas, determinando-lhes mudanças de posturas; os sistemas políticos enfrentam uma crise de legitimidade, frequentemente mergulhados em escândalos sob forte pressão dos meios de comunicação de massa e da opinião pública.

Observa-se, portanto, que a sociedade vive um tempo caracterizado por uma profunda desestruturação das organizações e deslegitimação das instituições, se constituindo a busca da identidade, em especial a religiosa e a étnica, o fundamento da significação social.

Em O Carisma Do Comandante, Everton Araujo dos Santos, que é o oficial de carreira da reserva remunerada do Exército Brasileiro, estuda como uma instituição pública nacional, que tem como princípio a hierarquia e a disciplina e que tem bem traçados os papéis sociais desempenhados pelos indivíduos se adapta a esses novos contextos sociais e culturais.

A obra é resultado de uma observação participativa feita pelo autor, a fim de analisar as relações intersubjetivas que se verificam no interior da instituição e descobrir seus significados mais profundos.

 

Caneca La Casa De Café | Branca

Deixe uma resposta