Cartas A Spinoza

Cartas A Spinoza, em número de sete, são, sem dúvida, dirigidas a quem se encontra distante, não somente no espaço, mas também no tempo.

Em 1989 Nise da Silveira passa a escrever cartas que conferem o caráter ambivalente de externalizar a interioridade, de tornar público o privado, de materializar sentimentos e pensamentos. Essas cartas, em número de sete, são, sem dúvida, dirigidas a quem se encontra distante, não somente no espaço, mas também no tempo. No período em que […]