História Universal Da Destruição Dos Livros

Fernando Baez – História Universal Da Destruição Dos Livros: Das Tábuas Sumérias À Guerra Do Iraque “Nossa memória já não existe. O berço da civilização, da escrita e das leis foi queimado. Só restam cinzas.” Escutei esse comentário de um professor de história medieval em Bagdá, detido poucos dias depois por pertencer ao partido Baath.