As Fazendas De Gado Dos Jesuítas Na Paraíba Colonial – A temática acerca das Missões Coloniais tem atraído a atenção de inúmeros estudiosos brasileiros nos últimos anos, principalmente os historiadores e arqueólogos.
Do século XVI ao XVIII, foram inúmeros os registros, edificações, propriedades e documentos gestados por Ordens religiosas que andavam de br aços dados com o processo de colonização.
Especialmente a Ordem Jesuíta que revolucionou a maneira de se colonizar. O espírito altaneiro e empreendedor de seus membros destacou a Ordem como uma das mais competentes neste mister, ao ponto de gozar de autoridade e não raro entrar em conflito com o poder político das metrópoles a que estava à serviço e, também, com as outras Ordens existentes, ocasionando muitas vezes na sua expulsão de territórios. Assim foi na Capitania da Parahyba no ano de 1593, voltando a atuar em nosso território somente vários anos depois.
Na Paraíba, os Jesuítas construíram seminário e colégio na cidade de Parahyba e Pilar e administrou uma série de fazendas de gado que objetivavam manter o ensino e gerar mão de obra para o empreendimento colonizador.
Desta atuação, uma série documental foi gerada e várias edificações foram construídas, a grande maioria delas sucumbiu com o tempo, outras (apesar de modificadas!) continuam de pé testemunhando a presença dessa ordem religiosa no Estado.
A proposta de As Fazendas De Gado Dos Jesuítas Na Paraíba Colonial é justamente fazer um apanhado das fazendas de gado administradas pelos Jesuítas no atual solo paraibano e o contato desses religiosos com os indígenas locais, observando as possibilidades de pesquisas futuras como é, por exemplo, a intervenção arqueológica e os subsídios que estes dados ocultos no solo podem contribuir com a história deste Estado, possibilitando o entendimento de como Padres missioneiros e indígenas conviviam de forma nem sempre amistosa nas missões internadas nos Sertões ou aquelas aportadas no Litoral.
Em As Fazendas De Gado Dos Jesuítas Na Paraíba Colonial, Juvandi Santos faz um apanhado historiográfico e um pontual trabalho de campo de cunho arqueológico, o que o faz apresentar 10 (dez) fazendas Jesuítas presentes na Paraíba.
Como de costume, o Prof. Juvandi de Souza Santos é bastante objetivo e prático em suas produções, cria metodologia própria na catalogação destes lugares e presta uma boa contribuição aos estudos coloniais em solo paraibano.
Com os pés no chão, incentiva futuras pesquisas e adianta perguntas que não foram possíveis responder em As Fazendas De Gado Dos Jesuítas Na Paraíba Colonial.

 

Camisa Coração

Deixe uma resposta