Tradição E Reflexões: Contributos Para A Teoria E Estética Do Documentário – Entender o documentário como o “tratamento criativo da realidade”, não é apenas uma definição, mas um modo de o problematizar (como sabemos, esta definição é atribuída a John Grierson, nos anos 30).
Logo à partida, esta proposta refere o “tratamento criativo” como condição de afirmação de um filme que toma como ponto de partida o registo da realidade; e esse registo não pode deixar de ser, também, um ponto de chegada; ou seja, se o documentário parte da realidade é para sobre ela se pronunciar, comentar, explicar mas, também, não ficará excluída a possibilidade de a transformar ou alterar os modos como com ela nos relacionamos.
E esse relacionamento não se encontra destituído de uma forma estética já que o filme, enquanto mediação, adopta formas a partir das quais atinge o espectador com o intuito de o sensibilizar, informar, indagar, etc.
Enquanto contributo para o estudo do documentário, em especial nas vertentes da Teoria e da Estética, o presente livro inclui propostas clássicas e reflexões actuais.
Os textos que se apresentam nas três partes que compõem esta edição: Tradição; Problematização e Propostas e, finalmente, Propostas e interrogações possuem, à parte a sua pertinência, os objectivos maiores de incentivarem novas reflexões sobre o documentário e divulgarem linhas de investigação que já demonstraram poder sujeitar-se a um sempre maior aprofundamento.
Em Tradição, os textos fundamentais e fundadores de reflexão teórica e estética do documentário, “First principles of documentary” e “Flaherty’s poetic Moana”, ambos da autoria de John Grierson foram traduzidos para português e para castelhano.
Em Problematização e Propostas é precisamente o pensamento de John Grierson que é revisitado, sendo mais criticado que aplaudido por Brian Winston. Deste autor seleccionámos os textos: “Documentary: I think we are in trouble”, “The tradition of the victim in griersonian documentary” e um capítulo do seu livro Claiming the real, the documentary film revisited, de 1995 (consultar, também, uma versão re-editada e alargada desse livro sob o título: Claiming the real II, Documentary: Grierson and beyond, 2008), intitulado: “Towards a post-griersonian documentary”, para traduzir para português e castelhano.

 

Camisa Bicicleta

Deixe uma resposta