O Poder Da Identidade – Este volume explora a constituição das identidades coletivas na medida em que se relacionam a movimentos sociais e a disputas de poder na sociedade em rede.
Ele também lida com a transformação do Estado, das políticas e da democracia sob as condições de globalização e de novas tecnologias de comunicação.
O entendimento desses processos visa fornecer novas perspectivas para o estudo das mudanças sociais na era da informação.
Os conflitos sociais mais dramáticos que testemunhamos desde a publicação da primeira edição deste volume foram induzidos pelo confronto entre identidades opostas. Tendo detectado que a constituição e a afirmação da identidade são uma alavanca fundamental para a mudança social, independentemente do conteúdo de tal mudança, a interpretação teórica que propus em minha trilogia sobre A Era da Informação foi ancorada na contradição dinâmica entre a Rede e o Ser como um princípio organizador da nova paisagem histórica.
A ascensão da sociedade em rede e o poder crescente da identidade são os processos sociais interligados que conjuntamente definem a globalização, a geopolítica e a transformação social no início do século XXI. De fato, a análise de identidade que fiz em 1997 foi atualizada na edição de 2004 deste livro para documentar a explosão do fundamentalismo e seu impacto nas questões mundiais sem modificar o argumento original, uma vez que a observação da Al Qaeda e de outras expressões do fundamentalismo religioso vieram para confirmar (infelizmente) a hipótese principal que eu havia formulado anteriormente ao me abster de fazer qualquer previsão, como é costumeiro na minha abordagem.
Além disso, a revolta das nações oprimidas ao redor do mundo, a conquista de governos por parte de movimentos indígenas na América Latina, a importância crescente de movimentos religiosos como fontes de desafio social e de mudança social, o enraizamento da democracia na identidade territorial, a afirmação da especificidade dos valores das mulheres, a crítica ao patriarcalismo pelo movimento gay e lésbico e a constituição de novas formas de identidade individual e coletiva, geralmente pelo uso de redes de comunicação eletrônica, mostraram a prevalência dos valores culturais sobre os interesses econômicos estruturalmente determinados na constituição do sentido da ação humana.

 

Camisa Digitalizado

Deixe uma resposta