Celso Furtado: Os Desafios Do Desenvolvimento – O presente livro resulta dos debates ocorridos na X Jornada de Ciências Sociais “Jornada de Estudos Celso Furtado”, ocorrida na Faculdade de Filosofia e Ciências em 2006. As Jornadas de Ciências Sociais são organizadas, desde 1986, com o objetivo de discutir a obra de importantes autores brasileiros, que tiveram significativa contribuição para as Ciências Humanas no país.
Celso Furtado foi um dos maiores intelectuais brasileiros do século XX. Juntamente com Caio Prado Junior, Gilberto Freire, Sérgio Buarque de Holanda e Florestan Fernandes, contribuiu sobremaneira para a interpretação crítica do Brasil moderno. Sua obra, que alcançou significativa projeção internacional, transcende o campo da economia, influenciou o conjunto das Ciências Sociais.
Discutir a obra de Celso Furtado é discutir a história da Economia, das Ciências Sociais e a própria história política brasileira no período recente. Intelectual engajado, foi um dos principais protagonistas da industrialização brasileira e das lutas que marcaram esse processo.
Celso Furtado buscou compreender as razões do subdesenvolvimento e dos problemas que o acompanham: a miséria, o desemprego, a desigualdade social, a concentração da renda, as desigualdades regionais etc. Foi um lutador incansável por um desenvolvimento autônomo, democrático e justo socialmente. Questões que continuam a nos desafiar ainda hoje.
Ao buscar apreender as especificidades do desenvolvimento na periferia do sistema capitalista e nesse processo criar uma nova abordagem teórica para a questão do subdesenvolvimento, seu pensamento, crítico e original, é a antítese da ortodoxia neoliberal, presa aos seus esquemas teóricos extremamente abstratos, que pretensamente dariam conta de todas as realidades. Suas contribuições continuam fundamentais para a compreensão da América Latina, mas fundamentalmente do Brasil.
Furtado não se limitou a grande tarefa de apresentar uma explicação para o subdesenvolvimento brasileiro. Foi muito além disso. Sua obra não se restringiu a compreender a nossa economia. Discutiu a sociedade e a política e ofereceu com paixão propostas para os grandes problemas nacionais. Foi um intelectual que participou ativamente da vida política brasileira, defendendo um projeto de desenvolvimento para o Brasil.
Desenvolvimento, democracia e igualdade social eram os pilares desse projeto. Objeto de estudo, ação política e esperanças estavam entrelaçados na vida e na obra desse “republicano exemplar”.

 

Camisa Livros Voadores

Deixe uma resposta