La Descripción Archivística En Los Tiempos Posmodernos: Conceptos, Principios Y Normas – Nem sempre temos às mãos um livro que interprete o conjunto de atualizações que ocorrem em uma determinada área de modo didático e sistemático para que possamos nos orientar sobre o que está sendo utilizado e sabermos como utilizar bem como a importância de utilizar. Neste livro, sobre descrição arquivística, observa-se a preocupação da autora em mostrar as atualizações presentes na normalização internacional de descrição e seus desdobramentos nas normalizações de vários países, Grã Bretanha, EE.UU, Canadá, Portugal, Espanha, Brasil e Uruguai, assim como sobre as normas para criação de pontos de acesso, mediante construção de registros de autoridade, em arquivos por nomes pessoais, de instituições e geográficos da Grã Bretanha e dos Arquivos Estatais da Espanha.
A descrição arquivística e suas normalizações entram definitivamente na era digital para propiciar o acesso à informação e, principalmente, o compartilhamento da informação. O grande passo para isso é a padronização da descrição arquivística mediante normalizações internacionais, conforme demonstrado pela autora quando discorre sobre as normalizações.
Esse processo é, como explica a autora, impulsionado de um lado pelas novas tecnologias de informação e comunicação (TICs) e por outro lado pela grande diversidade de usuários que precisam ter acesso à informação e compartilhá-la.
Dentro dessa diversidade de usuários estão os profissionais e os sistemas de arquivos que necessitam compartilhar informações cujas descrições estejam disponíveis. Essa continuidade de descrição arquivistica proporciona uma intensa interoperabilidade entre sistemas de modo tal que o processamento da informação se torna mais otimizado em relação ao tratamento e à recuperação dando organicidade à gestão documental.
A elaboração das normas pelos diferentes países demonstra um esforço em âmbito nacional de definição de procedimentos específicos tendo em vista a realidade de cada país.
A pesquisa de pósdoutorado da Professora Doutora Dunia, desenvolve-se no Brasil considerando-se que foi a primeira proposta normativa de um país latinoamericano e que tem importância refletida tanto na formação quanto atuação dos profissionais de arquivos ainda pouco expressiva em um país de dimensões continentais, mas que tem uma Lei Federal de Acesso à Informação bastante expressiva de modo a garantir o direito à informação.
O conjunto de conhecimentos sobre as normativas nacionais e a reflexão crítica que a comparação oferece como espelhamento das diferentes realidades nacionais é o avanço que a pesquisa propicia aos alunos, pesquisadores e profissionais interessados na gestão documental em arquivos.

 

Camisa Digitalizado

Deixe uma resposta