África Passado E Presente apresenta artigos resultantes das conferências e comunicações apresentadas no II Encontro de Estudos Africanos da UFF, realizado em 2010, a partir do desenvolvimento das pesquisas relativas à História da África e à presença de africanos no continente americano.
Pesquisadores, professores e alunos de pós-graduação de diversas instituições apresentaram trabalhos com temas e abordagens variadas, reunindo historiadores da economia, da cultura, da política, da demografia, especialistas em literatura, diplomatas e antropólogos. Os estudos foram norteados por reflexões que propõem um diálogo com a historiografia e ao mesmo tempo apontam para novas perspectivas mediante uso de novas fontes documentais.
Encontros como esse refletem o crescente interesse por temas africanos, vide a grande participação do público durante todas as sessões de apresentações de trabalhos. Deste modo, é com satisfação que disponibilizamos para os leitores, no livro eletrônico África Passado E Presente: II encontro de estudos africanos da UFF, alguns artigos resultantes das conferências e comunicações apresentadas naquela ocasião.

O texto que abre o e-book, “A jihad de FutaJalom”, foi escrito pelo embaixador, membro da Academia Brasileira de Letras e Doutor Honoris Causa pela UFF Alberto da Costa e Silva. Apresentado como conferência de encerramento do evento, o texto aborda os embates políticos, religiosos e militares que ocorreram no planalto de FutaJalom, localizado na África Ocidental, que se iniciaram nos Setecentos e avançaram pelo século XIX.
O segundo artigo, escrito por Cecília Silva Guimarães, mestre em História pela UNIRIO, trata do início da ocupação portuguesa no arquipélago de São Tomé e Príncipe, na primeira metade do século XVI, abordando os conflitos sociais, políticos e econômicos de uma sociedade em gestação.
O texto seguinte, da doutoranda em História pela UFF Flávia Maria de Carvalho, analisa as hierarquias de poder do antigo reino do Ndongo, localizado na região Centro-Ocidental da África, entre os séculos XV e XVII, período no qual os portugueses já se faziam presentes na região.
O quarto texto foi elaborado pela mestranda da UFRRJ, Ingrid Silva de Oliveira. Seu enfoque é sobre as Santas Casas de Misericórdia africanas no século XVII, com destaque para a de Massangano (Angola).

Camisa Bailarina

Deixe uma resposta