Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombra No Mar? – António Lobo Antunes é um escritor único na literatura contemporânea. Suas obras, como ele mesmo diz, não são romances; mais do que isso, são a tentativa de colocar a vida inteira entre as capas de um livro. A cada novo trabalho, Lobo Antunes parece dar um passo adiante na elaboração de uma narrativa revolucionária, ao mesmo tempo complexa e fascinante, que conduz o leitor a uma trama de vozes que se confundem e se sobrepõem.
Em Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombra No Mar?, seu trabalho mais recente, Lobo Antunes narra a gradual dissolução de uma numerosa família, dona de propriedades de terra, que foi perdendo tanto os bens materiais como a integridade de seus laços mais íntimos. Sua descrição toca nos conflitos de uma família que, ao longo de gerações, esconde segredos e desilusões que levaram à sua ruína.
Ouvimos os dramas de cada um dos filhos – Beatriz, que passou por dois casamentos infelizes; Francisco, um homem rancoroso que pretende tomar à força os bens que restaram; Ana, que se perdeu nas drogas; João, homossexual perseguido pela intolerância; e Rita, morta muito jovem com um câncer fulminante.
Ouvimos também a voz da matriarca, do pai e de Mercília, antiga empregada da família que também tem seus segredos. É como se, ao longo das páginas, os personagens tomassem vida e cada um, com seus próprios interesses e contradições, contasse a sua versão da história. Em Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombra No Mar? descobrem-se novas fissuras e revelações, complexas como é a própria vida.

António Lobo Antunes nasceu em 1942, em Lisboa. Formado em medicina, com especialização em psiquiatria, serviu como médico do Exército português em Angola nos últimos anos da guerra naquele país, entre 1970 e 1973. Autor de uma obra extensa, de repercussão mundial, Lobo Antunes recebeu diversos prêmios literários, como o Grande Prêmio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores, em 1999, por Exortação aos crocodilos. Em 2007, recebeu o Prêmio Camões de literatura, o maior reconhecimento dado a um autor de língua portuguesa vivo, e, em 2008, o Prêmio Juan Rulfo.

 

Camisa Livros Voadores

Deixe uma resposta